SMN avan­ça sem acor­do com par­cei­ros

Con­cer­ta­ção so­ci­al. O sa­lá­rio mí­ni­mo na­ci­o­nal (SMN) vai au­men­tar, ape­sar da au­sên­cia de um acor­do en­tre o Go­ver­no e os par­cei­ros so­ci­ais.

Metro Portugal (Lisbon) - - SPORT -

Na au­sên­cia de um acor­do en­tre pa­trões, sin­di­ca­tos e Exe­cu­ti­vo, “o Go­ver­no irá fi­xar o SMN na pró­xi­ma reu­nião do Con­se­lho de Mi­nis­tros [ama­nhã] e a 1 de janeiro ha­ve­rá uma su­bi­da do SMN de 530 eu­ros pa­ra os por­tu­gue­ses, is­so é in­dis­cu­tí­vel”, as­se­gu­rou on­tem o mi­nis­tro do Tra­ba­lho.

O fac­to de não ter si­do pos­sí­vel che­gar a um acor­do le­va a que o Go­ver­no não pos­sa es­ten­der pa­ra 2016 o des­con­to de 0,75% da Ta­xa So­ci­al Úni­ca (TSU) das em­pre­sas, dis­se Vieira da Sil­va no fi­nal do ter­cei­ro en­con­tro em se­de de con­cer­ta­ção so­ci­al pa­ra dis­cu­tir a ma­té­ria.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.