Oti­mis­tas em re­la­ção a 2016

Em­pre­go. Cer­ca de 58% dos in­qui­ri­dos acre­di­tam que a si­tu­a­ção eco­nó­mi­ca no seu país vai me­lho­rar no ano que aí vem.

Metro Portugal (Lisbon) - - ECONOMIA -

A Aus­trá­lia é lí­der no que to­ca a oti­mis­mo: 90% dos co­la­bo­ra­do­res in­qui­ri­dos no es­tu­do da Rands­tad Work­mo­ni­tor mos­tram en­tu­si­as­mo pa­ra 2016. Por seu tur­no, no Chi­le e na Gré­cia não rei­na o oti­mis­mo (35% e 19%, res­pe­ti­va­men­te).

O re­la­tó­rio de pre­vi­sões mun­di­ais na área da em­pre­ga­bi­li­da­de con­clui ain­da que, a ní­vel glo­bal, os em­pre­ga­do­res têm uma ne­ces­si­da­de cres­cen­te por per­fis CTEM (ci­ên­cia, tec­no­lo­gia, en­ge­nha­ria e ma­te­má­ti­ca), se­gun­do 42% dos in­qui­ri­dos. Con­si­de­ran­do a atra­ti­vi­da­de por es­tes per­fis, 71% dos in­qui­ri­dos afir­mam que os jo­vens, ain­da na fa­se de es­tu­dan­tes, de­vi­am fo­car-se nu­ma car­rei­ra nas áre­as de CTEM.

©123RF

Os fun­ci­o­ná­ri­os no Lu­xem­bur­go e em Por­tu­gal são os que têm a me­nor von­ta­de de mu­dar de em­pre­go.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.