Quem fa­rá bo­ni­to no bai­le do Bon­fim?

Fu­te­bol. De vol­ta ao pri­mei­ro lu­gar da Li­ga, Spor­ting de­fen­de-o ho­je em Se­tú­bal, no en­con­tro mais im­por­tan­te da 16ª jor­na­da.

Metro Portugal (Lisbon) - - SPORT - RUI ALE­XAN­DRE CO­E­LHO

Sem tem­po pa­ra go­zar a vi­tó­ria fren­te ao FC Por­to, o lí­der (38 pon­tos) vi­si­ta um Vi­tó­ria de Se­tú­bal que es­tá no 5.º lu­gar (22 pon­tos) e um ata­que fe­roz (27 go­los, mais um que o Spor­ting), em­bo­ra tam­bém com uma de­fe­sa per­meá­vel (22 go­los en­cai­xa­dos, o sex­to pi­or re­gis­to). De ma­nei­ra que es­tão reu­ni­das to­das as con­di­ções pa­ra um bom es­pe­tá­cu­lo de fu­te­bol. Ou qua­se to­das, já que Je­sus es­tá des­con­fi­a­do das con­sequên­ci­as que po­de­rão ad­vir da chu­va in­ten­sa que tem caí­do no País. “Es­pe­ro que o rel­va­do es­te­ja em con­di­ções pa­ra se pra­ti­car um fu­te­bol com qua­li­da­de; são du­as equi­pas que jo­gam bem. Quer eu, quer o téc­ni­co do Vi­tó­ria gos­ta­ría­mos de ter um rel­va­do em bo­as con­di­ções”, dis­se on­tem o téc­ni­co le­o­ni­no, re­ma­tan­do: “Se a sa­la es­ti­ver tor­ta não se con­se­gue dan­çar.” No ou­tro can­to do salão de bai­le, um Vi­tó­ria cu­jo trei­na­dor pro­me­te man­ter-se fi­el às idei­as que co­lo­cam a sua equi­pa na zo­na eu­ro­peia. “Não qu­e­ro ab­di­car de pôr os olhos na ba­li­za ad­ver­sá­ria. Só con­se­gui­re­mos pôr o Spor­ting em sen­ti­do se che­gar­mos al­gu­mas ve­zes à sua área. Va­mos ter de as­sus­tá-los.” À mes­ma ho­ra do jo­go do Bon­fim co­me­ça o do Dra­gão, en­tre FC Por­to (2.º; 36p) e Rio Ave (7.º; 21p). A en­fren­tar uma pres­são sem pre­ce­den­tes, Lo­pe­te­gui ten­ta­rá que os azuis e bran­cos re­to­mem o ca­mi­nho do su­ces­so, ao mes­mo tem­po que cru­za os de­dos por um des­li­ze le­o­ni­no. A mes­ma ex­pe­ta­ti­va tem o Ben­fi­ca (3.º; 34p) fa­ce ao FC Por­to e Spor­ting – is­to se fi­zer o que lhe com­pe­te, em ca­sa, di­an­te do Ma­rí­ti­mo (10.º; 18p).

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.