“Vis­tos gold” re­le­van­tes

SEF. Au­to­ri­za­ções de Re­si­dên­cia pa­ra In­ves­ti­men­to trou­xe­ram ao País, des­de ou­tu­bro de 2012, mais de 1,6 mil mi­lhões de eu­ros – com­pra de imó­veis ul­tra­pas­sou os 1,5 M€.

Metro Portugal (Lisbon) - - PRIMEIRA PÁGINA - AGÊN­CIA LUSA

Au­to­ri­za­ções de Re­si­dên­cia pa­ra In­ves­ti­men­to trou­xe­ram mi­lha­res de mi­lhões de eu­ros pa­ra o País

Ten­do por ba­se da­dos do Ser­vi­ço de Es­tran­gei­ros e Fron­tei­ras (SEF), já di­vul­ga­dos es­ta semana, a As­so­ci­a­ção dos Pro­fis­si­o­nais e Em­pre­sas de Me­di­a­ção Imo­bi­liá­ria de Por­tu­gal (APEMIP) lem­bra que até ao fi­nal de de­zem­bro de 2015, fo­ram con­ce­di­das 2.788 Au­to­ri­za­ções de Re­si­dên­cia pa­ra In­ves­ti­men­to (ARI), das quais 2.635 por via do re­qui­si­to da aqui­si­ção de bens imó­veis, re­pre­sen­tan­do es­ta mo­da­li­da­de cer­ca de 95% do to­tal dos vis­tos atri­buí­dos – além dis­so, 149 vis­tos fo­ram con­ce­di­dos por trans­fe­rên­cia de ca­pi­tal e qua­tro pe­la cri­a­ção de, no mí­ni­mo, 10 em­pre­gos.

“De­pois de um pe­río­do de qua­se es­tag­na­ção, que pôs em cau­sa a cre­di­bi­li­da­de dos ‘Vis­tos gold’ no pa­no­ra­ma in­ter­na­ci­o­nal, creio que va­mos as­sis­tir fi­nal­men­te a uma va­ri­a­ção men­sal cres­cen­te”, afir­ma o pre­si­den­te da APEMIP, Luís Li­ma. “Es­tes nú­me­ros de­mons­tram que o imo­bi­liá­rio con­ti­nua a ser o mé­to­do elei­to pe­los po­ten­ci­ais in­ves­ti­do­res que nos pro­cu­ram. Os va­lo­res de in­ves­ti­men­to são im­pres­si­o­nan­tes e não po­de­mos es­que­cer que ca­da eu­ro in­ves­ti­do no imo­bi­liá­rio se mul­ti­pli­ca por qua­tro ou cin­co, atra­vés do in­ves­ti­men­to que es­tes in­ves­ti­do­res aca­bam por fa­zer nou­tros se­to­res da eco­no­mia”, con­cluiu.

LUSA

As al­te­ra­ções sur­gi­ram de­pois da “Ope­ra­ção La­bi­rin­to”, num pro­ces­so que cul­mi­nou na de­mis­são de Mi­guel Ma­ce­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.