E de­pois da “ma­ni­ta”?

Ta­ça de Por­tu­gal. Bo­a­vis­ta e FC Por­to re­e­di­tam no Bes­sa du­e­lo pa­ra a Li­ga de há três di­as, que deu go­le­a­da azul e bran­ca.

Metro Portugal (Lisbon) - - SPORT - R.A.C.

Um, dois, três, qua­tro, cin­co go­los se­pa­ra­ram as du­as equi­pas no pas­sa­do do­min­go, mas ne­nhum dos trei­na­do­res es­tá à es­pe­ra que a his­tó­ria se re­pi­ta ho­je, a con­tar pa­ra os quar­tos de fi­nal da Ta­ça de Por­tu­gal. “O re­sul­ta­do de 5-0 pa­ra o cam­pe­o­na­to já pas­sou. Ago­ra é ou­tra com­pe­ti­ção. É um jo­go da Ta­ça, a eli­mi­nar, em que eles, se ca­lhar, tam­bém vão es­tar mais for­tes, mas nós va­mos ter mais con­cen­tra­ção ain­da”, re­fe­riu Rui Bar­ros, que as­su­miu in­te­ri­na­men­te o co­man­do téc­ni­co da equi­pa prin­ci­pal do FC Por­to – acon­te­ce pe­la se­gun­da vez na sua car­rei­ra.

Por seu tur­no, o téc­ni­co do Bo­a­vis­ta, Erwin Sán­chez, des­ta­cou que “nos jo­gos da Ta­ça [de Por­tu- gal] nem sem­pre a equi­pa mais for­te sai ven­ce­do­ra”.

Ao derby da In­vic­ta pre­ce­dem os ou­tros três du­e­los da eli­mi­na­tó­ria. Nes­se sen­ti­do, re­al­ce pa­ra o Sp. Bra­ga, o atu­al fi­na­lis­ta ven­ci­do da com­pe­ti­ção, que re­ce­be o Arou­ca. Um en­con­tro em que Pau­lo Fon­se­ca es­pe­ra um ad­ver­sá­rio bem fe­cha­di­nho no seu úl­ti­mo re­du­to. “Não é pre­ci­so ser bru­xo pa­ra adi­vi­nhar o que vai acon­te­cer...”, dis­se.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.