UE “aper­ta” com a Po­ló­nia

UE. A ce­na po­lí­ti­ca na Po­ló­nia es­te­ve on­tem em de­ba­te, em Bru­xe­las, no­me­a­da­men­te uma lei que su­jei­ta a te­le­vi­são e a rá­dio pú­bli­cas ao con­tro­lo do go­ver­no con­ser­va­dor do país.

Metro Portugal (Lisbon) - - PRIMEIRA PÁGINA - RUI ALE­XAN­DRE CO­E­LHO

Con­tro­lo da rá­dio e da te­le­vi­são pe­lo go­ver­no le­va Bru­xe­las a ques­ti­o­nar prin­cí­pi­os de­mo­crá­ti­cos

Após reu­nião en­tre os co­mis­sá­ri­os eu­ro­peus, Bru­xe­las de­ci­diu avan­çar com uma ava­li­a­ção pre­li­mi­nar à Po­ló­nia. Em con­fe­rên­cia de imprensa, de­pois de um de­ba­te de ori­en­ta­ção no co­lé­gio de co­mis­sá­ri­os eu­ro­peus, o vi­ce-pre­si­den­te de Bru­xe­las, Frans Tim­mer­mans, afir­mou ter en­vi­a­do uma car­ta ao go­ver­no po­la­co pa­ra ser ini­ci­a­do um iné­di­to “diá­lo­go [a um país eu­ro­peu] es­tru­tu­ra­do ao abri­go do pro­ce­di­men­to do prin­cí­pio de Es­ta­do de Di­rei­to”.

Es­ta é a pri­mei­ra fa­se de um pro­ce­di­a­men­to que, em úl­ti­ma ins­tân­cia, po­de­rá re­sul­tar em san­ções à Po­ló­nia e res­pe­ti­va per­da de di­rei­tos de vo­to na União Eu­ro­peia. No en­tan­to, Tim­mer­mans dei­xou a res­sal­va: “Ire­mos cla­ri­fi­car os fac­tos de for­ma ob­je­ti­va e ini­ci­ar um diá­lo­go sem de­ci­sões pre­con­ce­bi­das so­bre que pas­sos po­de­re­mos to­mar a se­guir”. Ou se­ja, Bru­xe­las irá de­ci­dir se avan­ça “com re­co­men­da­ções ou en­cer­ra o pro­ce­di­men­to”.

Na quin­ta-fei­ra pas­sa­da, o pre­si­den­te po­la­co, An­dr­zej Du­da, pro­mul­gou a re­fe­ri­da e con­tro­ver­sa lei so­bre os me­dia pú­bli­cos, apro­va­da pe­lo go­ver­no li­de­ra­do pe­lo par­ti­do con­ser­va­dor Lei & Jus­ti­ça, ig­no­ran­do dois avi­sos do Tri­bu­nal Cons­ti­tu­ci­o­nal e ad­ver­tên­ci­as eu­ro­pei­as.

Pe­ran­te o ce­ná­rio de­se­nha­do, Bru­xe­las quer sa­ber se Var­só­via vi­o­lou os prin­ci­pais de­mo­crá­ti­cos da Eu­ro­pa; no fun­do, se ain­da é um Es­ta­do de Di­rei­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.