Um Pre­si­den­te que de­fen­da a Cons­ti­tui­ção

Metro Portugal (Lisbon) - - LAZER - ER­NES­TO SIL­VA, V. N. GAIA

Os re­sul­ta­dos das elei­ções pa­ra a As­sem­bleia da Re­pú­bli­ca, de 4 de ou­tu­bro de 2015, fo­ram de­ter­mi­nan­tes pa­ra cla­ri­fi­car os can­di­da­tos às elei­ções pa­ra Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca (PR), já que a der­ro­ta da di­rei­ta (PSD/CDS) e o afas­ta­men­to do seu go­ver­no con­di­ci­o­nou as su­as op­ções, dei­xan­do ao mes­mo tem­po pe­lo ca­mi­nho pos­sí­veis can­di­da­tos do cha­ma­do «ar­co da go­ver­na­ção». Os par­ti­dos, que agru­pam in­te­res­ses e clas­ses so­ci­ais, é nor­mal que apre­sen­tem ou apoi­em um can­di­da­to a PR, pro­van­do uma vez mais que os par­ti­dos não são to­dos iguais. Mar­ce­lo Re­be­lo de Sou­sa, com al­guns amar­gos de bo­ca em de­ba­tes, ve­ri­fi­cou que os mes­mos não eram os do­ces monólogos, que pro­ta­go­ni­zou du­ran­te mui­tos anos na TVI, bran- que­an­do a ação po­lí­ti­ca e go­ver­na­ti­va do PSD/CDS. Ago­ra, pro­cu­ra ilu­dir os me­nos avi­sa­dos, de que não é o can­di­da­to de con­fi­an­ça da di­rei­ta, o seu es­co­lhi­do pa­ra ten­tar subs­ti­tuir Ca­va­co Sil­va e de­sen­vol­ver uma ação pre­si­den­ci­al de con­fron­to com a Cons­ti­tui­ção, que di­fi­cul­te o com­ba­te ao em­po­bre­ci­men­to, de­si­gual­da­des e in­jus­ti­ças so­ci­ais. No ano que co­me­mo­ra­mos o 40.º ani­ver­sá­rio da Cons­ti­tui­ção da Re­pú­bli­ca, que, ape­sar de mu­ti­la­ções pro­vo­ca­das pe­lo «ar­co da go­ver­na­ção», man­tém prin­cí­pi­os e nor­mas que per­mi­tem a re­a­li­za­ção de po­lí­ti­cas eco­nó­mi­cas e so­ci­ais que se iden­ti­fi­quem com o pro­je­to de so­ci­e­da­de que o Po­vo Por­tu­guês am­bi­ci­o­nou com o 25 de Abril de 1974, é im­por­tan­te a elei­ção dum Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca que hon­re o ju­ra­men­to de de­fen­der e fa­zer cum­prir a Cons­ti­tui­ção.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.