Chá ver­de fa­tal te­rá si­do or­dem de Pu­tin

Rús­sia. Um juiz bri­tâ­ni­co apon­tou o de­do ao pre­si­den­te da Rús­sia no ca­so do as­sas­si­na­to por en­ve­ne­na­men­to do ex- es­pião rus­so Ale­xan­der Lit­vi­nen­ko, que re­mon­ta a 2006.

Metro Portugal (Lisbon) - - NACIONAL - R.A.C.

En­cer­ra­da a in­ves­ti­ga­ção do Mi­nis­té­rio Pú­bli­co de Lon­dres, o juiz en­car­re­gue do ca­so, Ro­bert Owen, ex­pres­sou uma cer­te­za: a de que os dois ho­mens que ser­vi­ram ao dis­si­den­te Lit­vi­nen­ko chá ver­de com po­ló­nio ra­di­o­a­ti­vo, num ho­tel em Lon­dres, fi­ze­ram-no no âm­bi­to de uma ope­ra­ção con­du­zi­da pe­lo Ser­vi­ço Fe­de­ral de Se­gu­ran­ça da Rús­sia (FSB). Ope­ra­ção es­sa que “foi pro­va­vel­men­te apro­va­da pe­lo Sr. [Ni­ko­lai] Pa­tru­chev [ex-che­fe do FSB], e tam­bém pe­lo pre­si­den­te Pu­tin”.

A no­tí­cia caiu que nem bom­ba em Mos­co­vo. Fon­te do Krem­lin, ci­ta­da pe­la agên­cia rus­sa RIA, rejeitou o ve­re­di­to de um tri­bu­nal que con­si­de­ra­da “ile­gí­ti­mo” e avi­sou que o mes­mo te­rá “sé­ri­as con­sequên­ci­as”. Mais tar­de, o por­ta-voz do Krem­lin, Dmi­tri Pes­kov, ob­ser­vou aos jor­na­lis­tas que a de­li­be­ra­ção do juiz bri­tâ­ni­co “tal­vez se­ja uma pi­a­da”.

No la­do bri­tâ­ni­co, em de­cla­ra­ções às te­le­vi­sões lo­cais a par­tir de Da­vos (Suí­ça), on­de de­cor­re o Fó­rum Eco­nó­mi­co Mun­di­al, o pri­mei­ro-mi­nis­tro Da­vid Ca­me­ron dis­se que as re­ve­la­ções do relatório são “ab­so­lu­ta­men­te cho­can­tes e con­fir­mam” a res­pon­sa­bi­li­da­de do Es­ta­do rus­so – al­go que Lon­dres já de­fen­dia, acres­cen­tou.

Num cli­ma ten­so, e de efei­tos im­pre­vi­sí­veis, Lon­dres já avi­sou que vai con­ge­lar os bens dos dois ho­mens ti­dos co­mo au­to­res do en­ve­ne­na­men­to, os agen­tes rus­sos An­drei Lu­go­voi e Dmi­try Kov­tun.

REU­TERS

Ao la­do do fi­lho Ana­toly, viúva Ma­ri­na Lit­vi­nen­ko aplau­diu ve­re­di­to que cor­ro­bo­ra acu­sa­ção do ma­ri­do, no lei­to da mor­te.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.