Reações

Metro Portugal (Lisbon) - - FOCUS -

“As­su­min­do a der­ro­ta elei­to­ral, pro­cu­rei, du­ran­te a cam­pa­nha, dar o meu con­tri­bu­to pa­ra o de­ba­te po­lí­ti­co e o apro­fun­da­men­to da de­mo­cra­cia” Ma­ria de Be­lém “A par­tir de ho­je, Mar­ce­lo Re­be­lo de Sou­sa é o meu Pre­si­den­te e o de to­dos os por­tu­gue­ses” Sam­paio da Nó­voa “É ver­da­de que o re­sul­ta­do fi­cou mui­to aquém do que eu es­pe­ra­ria. Es­pe­ra­va um re­sul­ta­do mais subs­tan­ci­al fa­ce ao con­jun­to de cau­sas que de­fen­di du­ran­te a cam­pa­nha” Pau­lo Morais “Mar­ce­lo Re­be­lo de Sou­sa ga­nhou as elei­ções e já o fe­li­ci­tei pe­la vi­tó­ria. Um dos ob­je­ti­vos des­ta can­di­da­tu­ra era con­se­guir uma se­gun­da vol­ta e es­se ob­je­ti­vo não foi atin­gi­do” Ma­ri­sa Ma­ti­as “Trans­mi­ti-lhe as fe­li­ci­ta­ções do CDS, que ne­le re­co­men­dou o vo­to, e as mi­nhas pes­so­ais. Era de lon­ge o can­di­da­to mais pre­pa­ra­do e con­fio que se­rá um bom Pre­si­den­te” Pau­lo Por­tas

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.