Sub­ven­ções vi­ta­lí­ci­as

Metro Portugal (Lisbon) - - LAZER -

O acór­dão do Tri­bu­nal Cons­ti­tu­ci­o­nal (TC) so­bre as sub­ven­ções vi­ta­lí­ci­as de­via acor­dar os por­tu­gue­ses pa­ra as re­ga­li­as mul­ti­pli­ca­ti­vas da clas­se po­lí­ti­ca! O TC con­si­de­ra que foi vi­o­la­do o prin­cí­pio da pro­te­ção da con­fi­an­ça. A ge­ne­ra­li­da­de dos por­tu­gue­ses sen­te o prin­cí­pio da des­con­fi­an­ça! Os juí­zes do Pa­lá­cio Rat­ton con­si­de­ram que os po­lí­ti­cos ne­ces­si­tam: “de um ren­di­men­to pes­so­al cer­to, li­vre­men­te dis­po­ní­vel, sus­ce­tí­vel de as­se­gu­rar si­mul­ta­ne­a­men­te a au­to­no­mia pa­tri­mo­ni­al e a con­ti­nui­da­de de um ní­vel de vi­da sa­tis­fa­tó­rio, sem de­gra­da­ção ex­ces­si­va­men­te acen­tu­a­da”. Quan­do em 2014, o TC deu luz ver­de aos cor­tes nos sa­lá­ri­os dos fun­ci­o­ná­ri­os pú­bli­cos até fi­nais de 2015, não le­mos no acór­dão pa­la­vras tão poé­ti­cas, fa­zen­do dos nú­me­ros e pa­la­vras uma to­can­te pro­cla­ma­ção de so­bre­vi­vên­cia.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.