Amé­ri­cas sob a ame­a­ça do zi­ka

Or­ga­ni­za­ção Mun­di­al da Saú­de aler­ta que ví­rus – res­pon­sá­vel por mal­for­ma­ções nos be­bés – vai alas­trar por to­do o con­ti­nen­te com ex­ce­ção do Ca­na­dá e do Chi­le. Re­gis­to de ca­sos em 21 paí­ses, em es­pe­ci­al no Bra­sil

Metro Portugal (Lisbon) - - PRIMEIRA PÁGINA - RUI ALE­XAN­DRE CO­E­LHO

O aler­ta foi on­tem da­do pe­la Or­ga­ni­za­ção Mun­di­al da Saú­de (OMS), que in­di­cou o Chi­le e o Ca­na­dá co­mo os úni­cos paí­ses de to­da a Amé­ri­ca que fi­ca­rão imu­nes à pro­pa­ga­ção – são ter­ri­tó­ri­os sem o mos­qui­to ae­des aegyp­ti, que trans­mi­te o ví­rus zi­ka, bem co­mo den­gue e chi­cun­gu­nha.

O ví­rus po­de ori­gi­nar mal­for­ma­ções nos be­bés que são con­ta­mi­na­dos ain­da no úte­ro da mãe, no ca­so de es­ta ter si­do pi­ca­da. Ao to­do, 21 paí­ses já re­gis­ta­ram ca­sos, sen­do o Bra­sil o mais afe­ta­do – per­to de 4 mil ca­sos de be­bés sus­pei­tos de te­rem mi­cro­ce­fa­lia as­so­ci­a­da ao zi­ka es­tão a ser in­ves­ti­ga­dos. Um pro­ble- ma es­pe­ci­al­men­te gra­ve, em ano de Jo­gos Olím­pi­cos (5 a 21 de agos­to).

Tal co­mo o ví­rus, a no­tí­cia tam­bém se dis­se­mi­na; em con­sequên­cia, vá­ri­os têm si­do os aler­tas in­ter­na­ci­o­nais di­ri­gi­dos às grá­vi­das. Os EUA, por exem­plo, pe­di­ram que aque­las mu­lhe­res adi­em vi­a­gens aos paí­ses com o ae­des. Por seu tur­no, a OMS acon­se­lha as grá­vi­das que pre­ten­dam vi­a­jar pa­ra paí­ses com ví­rus a con­sul­tar um pro­fis­si­o­nal de saú­de an­tes e após a vi­a­gem.

Aten­tas a es­ta “bo­la de ne­ve”, as au­to­ri­da­des do Rio de Ja­nei­ro re­ve­la­ram à BBC que vão in­ten­si­fi­car o tra­ba­lho de vis­to­ria das ins­ta­la­ções olím­pi­cas.

Li­de­ra­da por Mar­ga­ret Chan, OMS es­tá a in­ves­ti­gar um ca­so de pos­sí­vel con­tá­gio do ví­rus en­tre hu­ma­nos, atra­vés de sé­men.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.