Es­ti­ma­ti­vas ir­re­a­lis­tas

OE2016. A agên­cia de ra­ting Fit­ch re­ve­lou on­tem ce­ti­cis­mo em re­la­ção ao pla­no orçamental por­tu­guês pa­ra es­te ano.

Metro Portugal (Lisbon) - - ECONOMIA -

“O es­bo­ço de Pla­no Orçamental pa­ra 2016 pre­ten­de man­ter a con­so­li­da­ção orçamental, mas ba­seia-se em es­ti­ma­ti­vas de cres­ci­men­to e em pla­nos de re­cei­ta e des­pe­sa que se po­dem re­ve­lar ir­re­a­lis­tas”, con­si­de­ra a Fit­ch, ci­ta­da pe­la agên­cia Lu­sa.

Os ana­lis­tas da agên­cia sus­ten­tam que a re­du­ção do dé­fi­ce pa­ra 2,6% do PIB “é con­sis­ten­te com as nos­sas ex­pe­ta­ti­vas de que um no­vo Go­ver­no man­te­ria o com­pro­mis­so so­ci­a­lis­ta de lon­ga da­ta de res­pei­tar as re­gras or­ça­men­tais eu­ro­pei­as”.

No en­tan­to, a Fit­ch su­bli­nha que as pre­vi­sões de mé­dio pra­zo de­pen­dem em mui­to de uma re­cu­pe­ra­ção eco­nó­mi­ca con­tí­nua, o que po­de sig­ni­fi­car “um ris­co ne­ga­ti­vo” à me­ta.

MÁ­RIO CRUZ/LU­SA

Mi­nis­tro das Fi­nan­ças, Má­rio Cen­te­no, dis­se on­tem que o OE2016 é o mai­or es­for­ço de con­ten­ção de des­pe­sa em anos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.