“Vla­di­mir Pu­tin é a ima­gem da cor­rup­ção”

Rús­sia. Res­pon­sá­vel do De­par­ta­men­to do Te­sou­ro dos EUA pa­ra o ter­ro­ris­mo e cri­mes fi­nan­cei­ros acu­sa o pre­si­den­te rus­so e os seus ami­gos de en­ri­que­ce­rem ili­ci­ta­men­te.

Metro Portugal (Lisbon) - - MUNDO - LUÍS CAR­MO

Adam Szu­bin não foi mei­go a fa­lar de Pu­tin, nu­ma en­tre­vis­ta con­ce­di­da ao pro­gra­ma Pa­no­ra­ma, da BBC. “Te­mos vis­to Pu­tin en­ri­que­cer os seus ami­gos e ali­a­dos mais pró­xi­mos e mar­gi­na­li­zar aque­les que não vê co­mo ami­gos”, se­ja nos con­tra­tos com o Es­ta­do ou nos ne­gó­ci­os ener­gé­ti­cos. “Pa­ra mim [Vla­di­mir Pu­tin] é a ima­gem da cor­rup­ção”, ati­rou o res­pon­sá­vel do De­par­ta­men­to do Te­sou­ro dos EUA pa­ra o ter­ro­ris­mo e cri­mes fi­nan­cei­ros.

O go­ver­no dos EUA sem­pre foi re­lu­tan­te em co­men­tar a ri­que­za de Pu­tin, is­to ape­sar de exis­ti­rem do­cu­men­tos da CIA, de 2007, os quais es­ti­mam que a for­tu­na de Pu­tin as- cen­de aos 37.000 M€. Al­go es­tra­nho, aten­den­do a que re­ce­be um sa­lá­rio anu­al de €101.000. “Ele tem um lon­go trei­no e prá­ti­ca no que to­ca a dis­far­çar a sua ver­dei­ra ri­que­za”, afir­mou Szu­bin.

Dmi­try Pes­kov, por­ta-voz do Krem­lin, ins­tou Szu­bin a pro­var o que diz, acres­cen­tan­do que as acusações são “fa­bri­ca­das”. Pes­kov dei­xou en­ten­der que es­ta en­tre­vis­ta à BBC coin­ci­de com o inqué­ri­to à mor­te por en­ve­ne­na­men­to do ex-es­pião Ale­xan­der Lit­vi­nen­ko, que co­la­bo­rou com o MI6 bri­tâ­ni­co, após ter aban­do­na­do o FSB rus­so. Lon­dres diz que Pu­tin au­to­ri­zou a mor­te de Lit­vi­nen­ko, em 2006.

REU­TERS

Inqué­ri­to con­clui que, “pro­va­vel­men­te”, Pu­tin deu luz ver­de ao as­sas­si­na­to do ex- es­pião rus­so Ale­xan­der Lit­vi­nen­ko.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.