No ca­lor da mi­nha indignação

Metro Portugal (Lisbon) - - LAZER - JO­SÉ AMA­RAL, V. N. GAIA

Até po­de ser le­gal à ba­se da Lei Fun­da­men­tal da Na­ção – a Cons­ti­tui­ção – a de­ci­são do TC – pe­ran­te o su­pli­can­te pe­di­do de 30 sem- abri­go do PS/PSD –, em au­to­ri­zar a re­po­si­ção das dou­ra­das sub­ven­ções vi­ta­lí­ci­as a uns quan­tos ar­ran­jis­tas po­lí­ti­cos, to­da­via é IMO­RAL tal de­ci­são pe­ran­te um po­vo so­fri­do, o qual é com­ple­ta­men­te apá­ti­co pe­ran­te tu­do de mal que lhe fa­zem, tan­to por in­vo­ca­ção da Lei, co­mo pe­la ação ne­fas­ta per­pe­tra­da pe­los seus ‘de­fen­so­res’, que de­li­be­ra­da­men­te o atrai­ço­am quan­do le­gis­lam a seu des­fa­vor. E não ve­nha a ‘mo­ra­lis­ta’ Ma­ria de Be­lém – uma dos trin­ta su­pli­can­tes – di­zer que o ata­que que lhe é di­ri­gi­do é pu­ro po­pu­lis­mo de­ma­gó­gi­co. Te­nha santa pa­ci­ên­cia, mas is­so não en­gu­lo. Es­tou farto de tan­tos fal­sá­ri­os.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.