A oes­te na­da de no­vo

Metro Portugal (Lisbon) - - LAZER - EMA­NU­EL CA­E­TA­NO, ER­ME­SIN­DE

Es­te não é cer­ta­men­te a mais agra­dá­vel pro­pos­ta de Or­ça­men­to do Es­ta­do pa­ra 2016, por­que au­men­ta o Im­pos­to Úni­co de Cir­cu­la­ção, o Im­pos­to So­bre Veí­cu­los e os com­bus­tí­veis, que ali­a­dos à ma­nu­ten­ção das por­ta­gens nas ex-SCUT des­trui­rão em­pre­sas e cri­a­rão de­sem­pre­go. No en­tan­to, não é um “gi­gan­tes­co au­men­to de im­pos­tos” co­mo des­ca­ra­da­men­te se quei­xa a opo­si­ção, quan­do com­pa­ra­do com qua­tro anos da mai­or re­pres­são fis­cal de que há me­mó­ria a que fo­mos con­de­na­dos pe­la du­pla PSD/CDS. A oes­te, na­da de no­vo, os de ban­dei­ra na la­pe­la pro­fes­sam ser so­ci­ais de­mo­cra­tas sem sa­be­rem quem foi Sá Car­nei­ro, os ou­tros re­sol­vem as dú­vi­das des­te or­ça­men­to acon­se­lhan­do os por­tu­gue­ses a “usa­rem mais trans­por­tes pú­bli­cos”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.