Mais de me­ta­de faz fé­ri­as es­ta Pás­coa

Na­ci­o­nal. Mai­o­ria es­co­lhe Por­tu­gal pa­ra des­can­sar. Em re­la­ção a 2015, há mais por­tu­gue­ses a go­zar di­as

Metro Portugal (Lisbon) - - PRIMEIRA PÁGINA -

Cri­a­das em 2011, as Equi­pas de Apoio Psi­cos­so­ci­al (EAPS) da Au­to­ri­da­de Na­ci­o­nal de Pro­te­ção Ci­vil (ANPC), cons­ti­tuí­das por bom­bei­ros vo­lun­tá­ri­os que si­mul­ta­ne­a­men­te são psi­có­lo­gos e as­sis­ten­tes so­ci­ais, pres­tam apoio psi­co­ló­gi­co e so­ci­al aos bom­bei­ros e às fa­mí­li­as.

“O apoio psi­cos­so­ci­al aos bom­bei­ros tem a ver com uma res­pos­ta no âm­bi­to da saú­de ocu­pa­ci­o­nal que to­dos os pro­fis­si­o­nais que atu­am em con­tex­to de emer­gên­cia de­vem ter, in­de­pen­den­te­men­te de ser ou não vo­lun­tá­ri­os”, dis­se à agên­cia Lu­sa o res­pon­sá­vel pe­la Di­vi­são de Se­gu­ran­ça, Saú­de e Es­ta­tu­to So­ci­al da ANPC. Rui Ân­ge­lo adi­an­tou que es­te apoio é pres­ta­do aos bom­bei­ros ex­pos­tos a aci­den­tes ou in­ci­den­tes po­ten­ci­al­men­te trau­má­ti­cos, bem co­mo aos seus fa­mi­li­a­res.

Es­tas equi­pas são cha­ma­das pa­ra atu­ar em ca­so de aci­den­tes ro­do­viá­ri­os, ame­a­ça efe­ti­va de vi­da, ex­po­si­ção a ví­ti­mas mor­tais, in­ci­den­tes com cri­an­ças e mor­te de bom­bei­ros.

Es­te ve­rão, as equi­pas pre­ten­dem ini­ci­ar ações de pre­ven­ção jun­to dos bom­bei­ros que es­tão a com­ba­ter os gran­des in­cên­di­os flo­res­tais. “Es­te ve­rão va­mos pro­cu­rar im­ple­men­tar uma me­di­da pre­ven­ti­va nos gran­des in­cên­di­os flo­res­tais”, dis­se ain­da Rui Ân­ge­lo.

GON­ÇA­LO DEL­GA­DO/LU­SA

As as­so­ci­a­ções hu­ma­ni­tá­ri­as de bom­bei­ros vo­lun­tá­ri­os vão ter aces­so a fun­dos co­mu­ni­tá­ri­os pa­ra re­no­va­rem o par­que de vi­a­tu­ras, avan­çou on­tem o Go­ver­no.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.