Hong Kong vol­ta a per­der li­vra­ri­as

Chi­na. O nú­me­ro de li­vra­ri­as no ae­ro­por­to de Hong Kong vai pas­sar de 16 pa­ra dez em abril, es­tan­do pre­vis­to o fim de lo­jas po­pu­la­res por ven­de­rem li­vros e re­vis­tas proi­bi­dos.

Metro Portugal (Lisbon) - - PRIMEIRA PÁGINA - RUI GONÇALVES

A no­tí­cia foi avan­ça­da on­tem pe­lo jor­nal South Chi­na Mor­ning Post, de Hong Kong, que con­fir­mou a re­du­ção do nú­me­ro de li­vra­ri­as jun­to das au­to­ri­da­des do ae­ro­por­to. A ad­mi­nis­tra­ção do ae­ro­por­to jus­ti­fi­cou que há “mudanças nos há­bi­tos” dos vi­a­jan­tes, re­fe­rin­do a in­fluên­cia da tecnologia, e re­cu­sa mo­ti­va­ções po­lí­ti­cas na de­ci­são.

Se­gun­do o South Chi­na Mor- ning Post, du­as das mai­o­res li­vra­ri­as do ter­mi­nal de par­ti­das do ae­ro­por­to, po­pu­la­res en­tre vi­a­jan­tes chi­ne­ses, vão fe­char e no seu lu­gar vão abrir lo­jas de rou­pa – uma de­las per­ten­cia à ca­deia de Sin­ga­pu­ra Pa­ge One, que vai fe­char to­das as seis li­vra­ri­as que tem no ae­ro­por­to de Hong Kong.

A ou­tra gran­de loja era da ca­deia fran­ce­sa Re­lay, que tem dez li­vra­ri­as no ae­ro­por­to, mas pas­sa­rá a ter ape­nas cin­co em abril. As res­tan­tes cin­co li­vra­ri­as pas­sa­rão a ser de uma ca­deia da Chi­na con­ti­nen­tal, a Chung Hwa, “com for­te back­ground da Chi­na con­ti­nen­tal”, dis­se ao jor­nal Lisa Leung Yuk-ming, do­cen­te do de­par­ta- men­to de es­tu­dos cul­tu­rais de uma uni­ver­si­da­de de Hong Kong.

As li­cen­ças da Re­lay e da Pa­ge One pa­ra o ae­ro­por­to de Hong Kong ter­mi­nam em abril. Um por­ta-voz da Pa­ge One ar­gu­men­tou ao South Chi­na Mor­ning Post que os no­vos es­pa­ços pro­pos­tos pe­lo ae­ro­por­to não eram “ade­qua­dos”.

O jor­nal su­bli­nha a coin­ci­dên­cia des­tas mudanças no ae­ro­por­to de Hong Kong com a po­lé­mi­ca em tor­no de cin­co li­vrei­ros li­ga­dos a uma edi­to­ra da ci­da­de, co­nhe­ci­da por pu­bli­car li­vros crí­ti­cos do re­gi­me de Pe­quim, que es­ti­ve­ram de­sa­pa­re­ci­dos du­ran­te me­ses (ver cai­xa). Os ho­mens de­sa­pa­re­ce­ram quan­do es­ta­vam em Hong Kong, Tai­lân­dia e na Chi­na con­ti­nen­tal.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.