“En­tão is­to ago­ra é o quê, an­dam a se­me­ar di­nhei­ro?

Metro Portugal (Lisbon) - - FOCUS - R.A.C.

Du­ran­te três di­as, no ca­so 24, 25 e 26 de mar­ço (do­min­go de Pás­coa), a rua do Ou­ro de Évo­ra vi­veu uma azá­fa­ma pou­co co­mum. Du­ran­te es­se pe­río­do, a ca­da dia apa­re­ci­am €20 na cai­xa do cor­reio dos mo­ra­do­res. Mis­té­rio.

A ex­pli­ca­ção sur­giu no do­min­go de Pás­coa: tra­ta­va-se de uma ação pro­mo­ci­o­nal que vi­sa­va mos­trar ao con­su­mi­dor que uti­li­zar a Qu­oty pa­ra ir às com­pras é si­nó­ni­mo de pou­pan­ça efe­ti­va.

“Co­bai­as” da ação, os ebo­ren­ses co­mun­ga­ram na ideia de que nin­guém dá na­da a nin­guém, e re­a­gi­ram des­con­fi­a­dos. “En­tão is­to ago­ra é o quê, an­dam a se­me­ar di­nhei­ro?”, dis­se uma re­si­den­te, ao ver uma no­ta de €20 a ser co­lo­ca­da na sua cai­xa do cor­reio pe­lo ter­cei­ro dia se­gui­do. Na vés­pe­ra che­gou in- clu­si­ve a ha­ver um apa­ra­to de car­ros da po­lí­cia na rua. Mas as au­to­ri­da­des es­ta­vam avi­sa­das.

A des­to­ar da des­con­fi­an­ça ge­ne­ra­li­za­da, só a re­a­ção de uma mãe bra­si­lei­ra. “Ela fi­cou emo­ci­o­na­da com os 60 eu­ros que re­ce­beu. Ex­pli­cou-nos que o fi­lho qu­e­ria ir a uma vi­si­ta de es­tu­do, mas ela não a po­dia pa­gar. As­sim já pô­de.”

Uma vez es­cla­re­ci­do o mis­té­rio, a Qu­oty ob­te­ve mais de 5.000 no­vos uti­li­za­do­res em cer­ca de uma se­ma­na, com um pi­co de 1.200 na úl­ti­ma se­gun­da-fei­ra, re­ve­lou Filipe Nery.

DR

Acom­pa­nha­do por um pol­vo sim­pá­ti­co, a mas­co­te da Qu­oty, co­me­di­an­te António Ra­mi­nhos par­ti­ci­pou na ação.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.