Li­vro aju­da a uma ade­qua­da for­ma­ção se­xu­al des­de a in­fân­cia “A Vi­a­gem de Pe­lu­dim” abor­da te­mas co­mo a igual­da­de de gé­ne­ro ou a pre­ven­ção da vi­o­lên­cia se­xu­al. Res­pos­tas pa­ra as per­gun­tas di­fí­ceis

Edu­ca­ção.

Metro Portugal (Lisbon) - - PRIMEIRA PÁGINA -

Sa­be aque­le mo­men­to em que en­go­le em se­co, ga­gue­ja, e mu­da de as­sun­to pa­ra ga­nhar tem­po pa­ra fa­lar so­bre de­ter­mi­na­do te­ma? Pois bem, o Pe­lu­dim vem, com es­ta sua vi­a­gem em li­vro, aju­dar pais, edu­ca­do­res e pro­fes­so­res a abor­dar ques­tões fun­da­men­tais co­mo a igual­da­de de gé­ne­ro, o res­pei­to pe­la di­fe­ren­ça e a pre­ven­ção da vi­o­lên­cia se­xu­al.

Acom­pa­nha­do de um guia pa­ra adul­tos, “A Vi­a­gem de Pe­lu­dim” au­xi­lia a uma ade­qua­da edu­ca­ção se­xu­al des­de a pri­mei­ra in­fân­cia. Pa­ra tal, con­ta com a au­to­ria da gui­o­nis­ta e es­cri­to­ra Sa­ra Ro­di, e ain­da de Vâ­nia Be­liz, li­cen­ci­a­da em Psi­co­lo­gia Clí­ni­ca e mes­tre em Se­xo­lo­gia. As ilus­tra­ções são de Cé­lia Fernandes.

Mas afi­nal, co­mo nas­ce a ideia de se fa­zer es­te li­vro? “Nas­ceu da con­ver­sa de du­as gran­des ami­gas”, co­me­ça por con­tar Vâ­nia ao me­tro. “De­pois de tra­ba­lhar com adul­tos, per­ce­bi que tí­nha­mos de co­me­çar mais ce­do. Era ur­gen­te in­for­mar sem pre­con­cei­tos as cri­an­ças e pro­te­gê-las das cons­tan­tes quei­xas de vi­o­lên­cia se­xu­al. Co­mo mãe, a Sa­ra con­fir­mou a ine­xis­tên­cia de uma fer­ra­men­ta pa­ra pais, fi­lhos e to­da a co­mu­ni­da­de edu­ca­ti­va, de­pois foi só en­con­trar a edi­to­ra cer­ta”, con­ti­nua.

Vâ­nia Be­liz já ti­nha tra­ba­lha­do num pro­je­to pa­ra cri­an­ças, no pré-es­co­lar primeiro e de­pois nos res- tan­tes ci­clos. “Além dis­so, ti­ve du­ran­te qua­tro anos uma ru­bri­ca no ‘Cur­to Cir­cui­to’ on­de per­ce­bi que exis­te mui­ta ne­ces­si­da­de de apoio, de es­cla­re­ci­men­to, ur­gen­te até!”

O prin­ci­pal ob­je­ti­vo des­te “A Vi­a­gem de Pe­lum­dim” é “es­cla­re­cer, in­for­mar e pro­te­ger as cri­an­ças”, diz ain­da. “Apoi­ar as fa­mí­li­as e co­mu­ni­da­de edu­ca­ti­va a des­mis­ti­fi­car vá­ri­as te­má­ti­cas que ul­tra­pas­sam, em mui­to, a re­la­ção se­xu­al. É im­por­tan­te que des­de ce­do evi­te­mos a dis­cri­mi­na­ção de gé­ne­ro e a au­sên­cia da vi­são do cor­po co­mo um con­jun­to que con­tém par­tes ín­ti­mas que de­vem ser pro­te­gi­das”, avan­ça.

Pa­ra já, o feedback do li­vro “tem si­do mui­to in­te­res­san­te”, diz. “O li­vro e o si­te [www.pe­lu­dim.com] são re­cen­tes, mas te­mos re­ce­bi­do mui­tas pro­pos­tas de for­ma­ção, apre­sen­ta­ções do li­vro e, de­pois de o te­rem na mão, sen­ti­mos a sa­tis­fa­ção dos edu­ca­do­res ao uti­li­za­rem a obra co­mo uma fer­ra­men­ta, usu­fruin­do as­sim dos su­ple­men­tos ex­tras que

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.