“De­pois de tra­ba­lhar com adul­tos, per­ce­bi que tí­nha­mos de co­me­çar mais ce­do. Era ur­gen­te in­for­mar sem pre­con­cei­tos as cri­an­ças”

Metro Portugal (Lisbon) - - FOCUS -

in­cluí­mos no li­vro, pro­pos­tas di­dá­ti­cas pa­ra pro­fis­si­o­nais, um guia de ex­plo­ra­ção da his­tó­ria e di­cas pa­ra as fa­mí­li­as. Tem si­do fan­tás­ti­co!”, con­fes­sa com en­tu­si­as­mo a se­xó­lo­ga ao me­tro. Mas se­rá que é mais di­fí­cil ex­pli­car o se­xo aos mais pe­que­nos ou re­sol­ver os pro­ble­mas dos mais cres­ci­dos? “Mui­tas ve­zes os [pro­ble­mas] dos cres­ci­dos vêm de ta­bus e com­pli­ca­ções que sur­gi­ram na sua edu­ca­ção e in­fân­cia. A for­ma co­mo nos mos­tram a se­xu­a­li­da­de des­de ce­do, con­di­ci­o­na de for­ma mar­can­te a for­ma co­mo nos re­la­ci­o­na­mos com to­dos à nos­sa vol­ta”, con­clui a es­pe­ci­a­lis­ta.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.