Du­as bar­ra­gens can­ce­la­das

Am­bi­en­te. O Go­ver­no vai can­ce­lar a cons­tru­ção das bar­ra­gens do Al­vi­to e de Gi­ra­bo­lhos, sus­pen­der por três anos a bar­ra­gem do Fri­dão e man­ter a cons­tru­ção da Bar­ra­gem do Tâ­me­ga.

Metro Portugal (Lisbon) - - NACIONAL -

Em cau­sa es­tá a con­clu­são da re­a­va­li­a­ção do Pro­gra­ma Na­ci­o­nal de Bar­ra­gens. Em co­mu­ni­ca­do en­vi­a­do à Lu­sa, o Mi­nis­té­rio do Am­bi­en­te in­di­ca que na ba­se da de­ci­são es­tão cri­té­ri­os ju­rí­di­cos, fi­nan­cei­ros, ex­pe­ta­ti­vas dos mu­ni­cí­pi­os abran­gi­dos, me­tas das ener­gi­as re­no­vá­veis e des­car­bo­ni­za­ção da nos­sa eco­no­mia.

No ca­so do Fri­dão, é ex­pli­ca­do que, “ten­do em con­ta as me­tas com que Portugal se com­pro­me­teu em ter­mos de pro­du­ção ener­gé­ti­ca, tor­na-se ne­ces­sá­rio re­a­va­li­ar a sua cons­tru­ção no pra­zo de três anos pa­ra o cum­pri­men­to das me­tas”. Quan­to à bar­ra­gem do Tâ­me­ga, “fo­ram ques­tões es­sen­ci­al-

LU­SA

Go­ver­no não vai ter de pa­gar qual­quer in­dem­ni­za­ção por ter can­ce­la­do a cons­tru­ção da bar­ra­gem de Gi­ra­bo­lhos “Con­se­gui­mos che­gar a acor­do com o pro­mo­tor”, dis­se o mi­nis­tro do Am­bi­en­te.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.