Tu­do pronto pa­ra a fes­ta do fu­te­bol eu­ro­peu

Co­me­ça ama­nhã o Eu­ro 2016, em Fran­ça. Os cam­peões mundiais e eu­ro­peus e o país or­ga­ni­za­dor são os (mais) fa­vo­ri­tos. Mas Por­tu­gal, Itá­lia, In­gla­ter­ra ou a Bél­gi­ca vão a jogo.

Metro Portugal (Lisbon) - - PRIMEIRA PÁGINA -

Ale­ma­nha, Es­pa­nha e Fran­ça são os gran­des fa­vo­ri­tos à vi­tó­ria no Eu­ro­peu. Quem o diz são a mai­o­ria dos “pe­ri­tos”, co­mo Luís Fi­go, pa­ra ci­tar ape­nas um exem­plo, ou as ca­sas de apos­tas. É nor­mal, pois es­ta­mos a fa­lar do cam­peão mun­di­al, do cam­peão eu­ro­peu e do país or­ga­ni­za­dor, res­pe­ti­va­men­te.

O se­le­ci­o­na­dor da Ale­ma­nha, Jo­a­chim Löw, tem ao seu dis­por 13 jo­ga­do­res cam­peões mundiais no Bra­sil, en­tre eles Neu­er, Hum­mels, Kro­os ou Mül­ler. Ar­gu­men­to mais for­te do que es­te pa­ra co­lo­car os ale­mães no rol de fa­vo­ri­tos é di­fí­cil de en­con­trar. E se se qui­ser en­con­trar ou­tro mo­ti­vo pa­ra co­lo­car os ger­mâ­ni­cos na lis­ta de fa­vo­ri­tos à vi­tó­ria, bas­ta re­cor­dar que fi­ze­ram uma boa fa­se de apu­ra­men­to, fi­can­do em pri­mei­ro lu­gar no seu agru­pa­men­to.

A Es­pa­nha fez um pés­si­mo Mun­di­al no Bra­sil, sen­do afas­ta­da na pri­mei­ra fa­se, mas é bi­cam­peã eu­ro­peia – além de ter um tí­tu­lo em 1964. Os es­pa­nhóis até po­dem con­se­guir al­go iné­di­to que é ven­cer três ve­zes con­se­cu­ti­vas a pro­va. Se as­sim fos­se, “La Ro­ja” pas­sa­va a so­mar qua­tro tí­tu­los eu­ro­peus, iso­lan­do-se no to­po ao su­pe­rar a Ale- ma­nha. Quem tem Sér­gio Ra­mos, Piqué, Bus­quets, Fà­bre­gas, Ini­es­ta, Da­vid Sil­va ou Mo­ra­ta po­de al­me­jar a tor­nar-se a se­le­ção mais ti­tu­la­da do Eu­ro­peu.

A Fran­ça jo­ga com o fa­tor ca­sa – o úl­ti­mo Eu­ro­peu (1984) e Mun­di­al (1998) re­a­li­za­dos em so­lo fran­cês fo­ram ga­nhos pe­la equi­pa gau­le­sa – e com a re­a­li­da­de de con­tar com al­guns dos me­lho­res exe­cu­tan­tes da atu­a­li­da­de, co­mo Pog­ba, Ma­tui­di ou Griezmann.

Por­tu­gal po­de não sur­gir na pri­mei­ra li­nha de fa­vo­ri­tos, po­rém, tem qua­li­da­de pa­ra ga­nhar a pro­va. O se­le­ci­o­na­dor, Fer­nan­do San­tos, acre­di­ta e os jo­ga­do­res tam­bém, co­mo o com­pro­vam as de­cla­ra­ções que têm fei­to. Não sur­pre­en­de que exis­ta es­te oti­mis­mo. Por­tu­gal con­ta com oi­to jo­ga­do­res que es­ti­ve­ram no úl­ti­mo Eu­ro­peu, re­a­li­za­do na Polónia e na Ucrâ­nia, on­de che­gou às mei­as-fi­nais ten­do só caí­do nas gran­des pe­na­li­da­des, fren­te à Es­pa­nha. Por­tu­gal tem tam­bém Ro- nal­do, Na­ni, Mou­ti­nho... e Fer­nan­do San­tos, um ca­so de su­ces­so à fren­te da equi­pa das qui­nas.

No­ta ain­da pa­ra qua­tro se­le­ções: In­gla­ter­ra e Itá­lia, gi­gan­tes que não po­dem ser es­que­ci­dos. E Bél­gi­ca (de Ha­zard e De Bruy­ne) e Croá­cia (de Mo­dric e Ra­ki­tic), que po­dem ter uma pa­la­vra a di­zer.

PE­DRO FER­REI­RA

Rui Pa­trí­cio, Ri­car­do Car­va­lho e Eli­seu fes­te­ja­ram a vi­tó­ria de Por­tu­gal na Al­bâ­nia no apu­ra­men­to pa­ra o Eu­ro 2016. As du­as se­le­ções apu­ra­ram-se no Gru­po I e es­tão ago­ra em Fran­ça.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.