“Ál­bum de fo­tos” de Pes­soa

Li­te­ra­tu­ra. O in­ves­ti­ga­dor Nu­no Hi­pó­li­to afir­ma que Fer­nan­do Pes­soa “fez mui­to mais do que to­dos pen­sam que ele po­de­rá ter fei­to, nu­ma vi­da que foi mui­to pre­en­chi­da”.

Metro Portugal (Lisbon) - - CULTO -

Nu­no Hi­pó­li­to é o au­tor de um “Ál­bum de fo­tos” do po­e­ta, no âm­bi­to do pro­je­to Obras de Fer­nan­do Pes­soa, edi­ta­do pe­la Par­ce­ria A. M. Pereira, ini­ci­a­do em mar­ço do ano pas­sa­do com o vo­lu­me “Pen­sa­men­tos e citações”. “Ál­bum de fo­tos” é o quar­to vo­lu­me des­ta co­le­ção pes­so­a­na, que reú­ne vá­ri­as fo­to­gra­fi­as do po­e­ta, de fa­mi­li­a­res, de al­guns in­te­lec­tu­ais com os quais con­vi­veu, co­mo Teixeira de Pas­co­a­es, Ma­tos Se­quei­ra ou António Bot­to, e tam­bém da sua apai­xo­na­da Ophé­lia Qu­ei­roz. O ál­bum in­clui tam­bém ima­gens de épo­ca de Lis­boa e da Re­pú­bli­ca Sul-Afri­ca­na, on­de Fer­nan­do Pes­soa vi­veu com a família de 1896 até 1905.

Um dos ob­je­ti­vos des­te ál­bum de fo­tos, es­cre­ve Hi­pó­li­to, “é o de mos­trar co­mo Fer­nan­do Pes­soa fez mui­to mais do que to­dos pen­sam que ele po­de­rá ter fei­to, nu­ma vi­da que, ape­sar de cur­ta, foi mui­to pre­en­chi­da”.

So­bre o po­e­ta, o in­ves­ti­ga­dor afir­ma que é “tí­mi­do e in­tro­ver­ti­do, pou­co à von­ta­de com a sua ima­gem e com o seu cor­po, ain­da me­nos à von­ta­de com as mu­lhe­res quan­do as en­con­tra­va, ti­ran­do tal­vez Ophé­lia, que, mes­mo ca­sa­da, nun­ca o es­que­ceu” (ver cai­xa).

Uma das úl­ti­mas fo­to­gra­fi­as des­te ál­bum é da “pro­cis­são fu­ne­rá­ria de Fer­nan­do Pes­soa, a 2 de de­zem­bro de 1935”, acom­pa­nha­do por pa­dre ca­tó­li­co, à por­ta de uma igre­ja não iden­ti­fi­ca­da, com cer­ca de trin­ta pes­so­as, mai­o­ri­ta­ri­a­men­te ho­mens.

O au­tor co­li­giu tam­bém fo­tos mais re­cen­tes, co­mo a tras­la­da­ção do cor­po do po­e­ta pa­ra o mos­tei­ro dos Je­ró­ni­mos, em Lis­boa, a 16 de ou­tu­bro de 1985, ou a inau­gu­ra­ção da sua es­tá­tua, de au­to­ria de La­goa Hen­ri­ques, no lar­go do Chiado, à por­ta do ca­fé A Bra­si­lei­ra.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.