BdP es­tá pre­o­cu­pa­do e lan­ça vá­ri­os avi­sos

Eco­no­mia. Ban­co de Por­tu­gal (BdP) aler­ta pa­ra ne­ces­si­da­de de even­tu­ais “me­di­das adi­ci­o­nais” pa­ra cum­prir me­tas or­ça­men­tais e “per­da de di­na­mis­mo” das re­for­mas es­tru­tu­rais. Pro­je­ções de cres­ci­men­to re­vis­tas em bai­xa

Metro Portugal (Lisbon) - - PRIMEIRA PÁGINA -

No Bo­le­tim Eco­nó­mi­co de ju­nho di­vul­ga­do on­tem, o ban­co cen­tral iden­ti­fi­ca uma sé­rie de “fa­to­res de ris­co” que se co­lo­cam às pro­je­ções da eco­no­mia por­tu­gue­sa, tan­to a ní­vel na­ci­o­nal co­mo in­ter­na­ci­o­nal.

Qu­an­to aos ris­cos in­ter­nos, o BdP des­ta­ca “a pos­si­bi­li­da­de de se­rem ne­ces­sá­ri­as me­di­das adi­ci­o­nais pa­ra cum­prir os ob­je­ti­vos or­ça­men­tais as­su­mi­dos pe­las au­to­ri­da­des na­ci­o­nais”, con­si­de­ran­do que is­so im­pli­ca­ria “um me­nor cres­ci­men­to da pro­cu­ra in­ter­na fa­ce ao con­si­de­ra­do nas pro­je­ções”.

Tam­bém “a pos­si­bi­li­da­de de per­da de di­na­mis­mo do pro­ces­so de re­for­mas es­tru­tu­rais po­de­rá ter um im­pac­to ne­ga­ti­vo so­bre a con­fi­an­ça dos em­pre­sá­ri­os e pe­na­li­zar a re­cu­pe­ra­ção do in­ves­ti­men­to”, um ris­co que o BdP as­so­cia tam­bém a um ou­tro: “a per­ma­nên­cia de ris­cos so­bre a estabilidade fi­nan­cei­ra” no país.

Um úl­ti­mo ris­co in­ter­no iden­ti­fi­ca­do pe­lo BdP pren­de-se com a evo­lu­ção da in­fla­ção, que en­fren­ta ris­cos des­cen­den­tes “de­cor­ren­tes do abran­da­men­to da ati­vi­da­de a ní­vel glo­bal e da ma­nu­ten­ção das ex­pe­ta­ti­vas de in­fla­ção na área do eu­ro abai­xo do ob­je­ti­vo de estabilidade dos pre­ços do BCE”.

O BdP re­viu on­tem em bai­xa as pro­je­ções de cres­ci­men­to eco­nó­mi­co, es­pe­ran­do um au­men­to de 1,3% es­te ano (con­tra os 1,5% pre­vis­tos em mar­ço) ace­le­ran­do pa­ra os 1,6% em 2017 (abai­xo dos 1,7% an­te­ci­pa­dos há três me­ses) e di­mi­nuin­do li­gei­ra­men­te pa­ra os 1,5% em 2018 (con­tra os 1,6% an­tes pro­je­ta­dos).

LU­SA

A ins­ti­tui­ção li­de­ra­da por Car­los Cos­ta con­si­de­ra que “a con­so­li­da­ção or­ça­men­tal pro­je­ta­da é par­ti­cu­lar­men­te exi­gen­te”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.