Efei­to “bo­o­me­rang”

PE­DRO TUNA AD­MI­NIS­TRA­DOR RD SYS­TEMS

Metro Portugal (Lisbon) - - ECONOMIA -

A de­ma­go­gia tem por es­tes di­as um pre­ço e no ca­so do Rei­no Uni­do po­de­rá ser bas­tan­te ele­va­do ca­so os in­gle­ses op­tem pe­la saí­da da UE. Com um in­ter­va­lo de pra­ti­ca­men­te um ano, Gré­cia e Rei­no Uni­do de­ci­di­ram re­fe­ren­dar a po­si­ção dos res­pe­ti­vos paí­ses pe­ran­te a UE. Se, no ca­so gre­go, o re­sul­ta­do foi inó­cuo e o país de­ve­rá ter de to­mar no­vas me­di­das de aus­te­ri­da­de, o ca­so do re­fe­ren­do in­glês po­rá o seu pro­mo­tor, Da­vid Ca­me­ron, en­tre a es­pa­da e a pa­re­de. Ca­so o sim ven­ça, Ca­me­ron se­rá obri­ga­do a to­mar po­si­ção con­trá­ria à que tem de­fen­di­do e é bom lem­brar que foi ele a pro­por a le­gi­ti­ma­ção pú­bli­ca da me­di­da. Os dois ca­sos pro­vam co­mo um re­fe­ren­do po­de ter um efei­to bo­o­me­rang e tal­vez não se­ja pi­or ava­li­ar me­lhor as con­di­ções an­tes de o lan­çar.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.