Vin­gan­ça ita­li­a­na ser­viu-se fria

Eu­ro 2016. Tran­sal­pi­nos ba­tem es­pa­nhóis e des­for­ram-se da fi­nal do úl­ti­mo Eu­ro­peu, na qual per­de­ram por 4-0.

Metro Portugal (Lisbon) - - SPORT - L.C.

Os go­los de Chi­el­li­ni, aos 33 mi­nu­tos, e Pellè, no pe­río­do ex­tra, ati­ra­ram a Es­pa­nha pa­ra fo­ra do Eu­ro 2016, tor­nan­do im­pos­sí­vel fa­zer o que nun­ca ne­nhu­ma se­le­ção fez an­tes: ga­nhar três Eu­ro­peus con­se­cu­ti­vos. Es­se re­cor­de es­ta­va ao al­can­ce da bi­cam­peã eu­ro­peia, mas ago­ra o que res­ta aos es­pa­nhóis é vi­a­jar pa­ra ca­sa e, qui­çá, co­me­çar a pen­sar nu­ma re­no­va­ção mais pro­fun­da da se­le­ção, pois es­tá-se pe­ran­te um “fim de ci­clo”, co­mo es­cre­via a Mar­ca.

No­te-se que no úl­ti­mo Mun­di­al a Es­pa­nha, en­tão de­ten­to­ra do tro­féu, foi afas­ta­da na pri­mei­ra fa­se.

Vi­cen­te Del Bos­que, se­le­ci­o­na­dor de Es­pa­nha, dis­se que a pri­mei­ra par­te da sua equi­pa foi “mui­to tí­mi­da”. “Em des­van­ta­gem, ten­tá­mos che­gar ao em­pa­te, mas a Itá­lia jo­gou me­lhor, is­so é cla­ro”, su­bli­nhou o téc­ni­co que, so­bre o fu­tu­ro, res­pon­deu: “em se­tem­bro, te­mos as eli­mi­na­tó­ri­as pa­ra o Mun­di­al e pre­ci­sa­mos de nos pre­pa­rar o me­lhor pos­sí­vel”. Já Antonio Con­te dis­se que a sua equi­pa não jo­ga só à de­fe­sa. “Há qu­em pen­se que a Itá­lia é só de­fe­sa, mas de­mons­trá­mos que não é as­sim. Já ti­nha di­to que os meus jo­ga­do­res ti­nham al­go a pro­var.”

REU­TERS

Gi­or­gio Chi­el­li­ni, de­fe­sa da Ju­ven­tus de 31 anos, inau­gu­rou o mar­ca­dor do en­con­tro, dis­pu­ta­do em Saint-De­nis.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.