Bre­xit. Acei­tar as qua­tro li­ber­da­des de cir­cu­la­ção é uma obri­ga­to­ri­e­da­de

Metro Portugal (Lisbon) - - PRIMEIRA PÁGINA -

Pre­si­den­te do Con­se­lho Eu­ro­peu avi­sa bri­tâ­ni­cos que re­gras são pa­ra cum­prir e que é im­pos­sí­vel um “mer­ca­do úni­co à la car­te”

O pre­si­den­te do Con­se­lho Eu­ro­peu, Do­nald Tusk, aler­tou on­tem que se o Rei­no Uni­do qui­ser per­ma­ne­cer no mer­ca­do úni­co após a saí­da do blo­co eu­ro­peu, tem que acei­tar as qua­tro li­ber­da­des de cir­cu­la­ção, in­cluin­do a de pes­so­as. “Acei­tar o mer­ca­do úni­co sig­ni­fi­ca acei­tar as qua­tro li­ber­da­des de mo­vi­men­to, não ha­ve­rá mer­ca­do úni­co à la car­te”, dis­se Tusk, no fi­nal da ci­mei­ra dos 27 lí­de­res da UE.

Já o pre­si­den­te da Co­mis­são Eu­ro­peia, Je­an-Clau­de Junc­ker, re­co­nhe­ceu que a UE “pre­ci­sa de se re­for­mar, mas não se tra­ta de acres­cen­tar no­vas re­for­mas, mas sim de ace­le­rar as que já es­tão em cur­so”.

EPA

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.