Nú­me­ro de ví­ti­mas mor­tais vai nos 42

Turquia. No­vo ba­lan­ço do aten­ta­do ter­ro­ris­ta ao ae­ro­por­to Atatürk, em Is­tam­bul, re­ve­la um au­men­to de ví­ti­mas mor­tais e de fe­ri­dos, que são ago­ra 239.

Metro Portugal (Lisbon) - - MUNDO - LUÍS CAR­MO COM AGÊN­CIA LU­SA

En­tre os 42 mor­tos, dez são es­tran­gei­ros e três têm du­pla na­ci­o­na­li­da­de, se­gun­do um co­mu­ni­ca­do do ga­bi­ne­te do go­ver­na­dor de Is­tam­bul, a mai­or ci­da­de da Turquia – en­tre os es­tran­gei­ros mor­tos es­tão cin­co sau­di­tas, dois ira­qui­a­nos, um tu­ni­si­no, um us­be­quis­ta­nês, um chi­nês, um ira­ni­a­no, um ucra­ni­a­no e um jor­da­no, se­gun­do um res­pon­sá­vel tur­co ci­ta­do pe­la agên­cia AFP. Os três au­to­res do aten­ta­do ter­ro­ris­ta tam­bém mor­re­ram, mas não es­tão in­cluí­dos no ba­lan­ço ofi­ci­al, re­fe­ren­te só a ví­ti­mas.

O ata­que, ex­pli­que-se, te­ve lu­gar às 21h50 lo­cais de ter­ça-fei­ra (19h50 em Lis­boa), quan­do três ho­mens en­tra­ram no aces­so ao ter­mi­nal in­ter­na­ci­o­nal do ter­cei­ro ae­ro­por­to mais mo­vi­men­ta­do da Eu­ro­pa e dis­pa­ra­ram in­dis­cri­mi­na­da­men­te so­bre os pas­sa­gei­ros, após o que aci­o­na­ram ex­plo­si­vos que tra­zi­am nos cor­pos.

As au­to­ri­da­des tur­cas es­ti­ve­ram on­tem a ver ima­gens de ví­deo e a re­co­lher de­cla­ra­ções de tes­te­mu­nhas, e sus­pei­tam que os três bom­bis­tas sui­ci­das per­ten­çam ao Da­esh. Re­cep Er­do­gan, pre­si­den­te tur­co, dis­se es­pe­rar que es­te aten­ta­do sir­va co­mo pon­to de vi­ra­gem na lu­ta glo­bal con­tra o ter­ro­ris­mo, que “não res­pei­ta a fé, nem os va­lo­res”.

REUTERS

Ae­ro­por­to de Is­tam­bul foi al­vo de aten­ta­do ter­ro­ris­ta. Ba­rack Oba­ma e Vla­di­mir Pu­tin, pre­si­den­tes dos EUA e Rús­sia res­pe­ti­va­men­te, li­ga­ram ao pre­si­den­te tur­co con­de­nan­do o ata­que.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.