Ha­mil­ton ga­nha pro­va po­lé­mi­ca

Bri­tâ­ni­co ven­ce GP da Áus­tria após co­li­são com com­pa­nhei­ro de equi­pa. Pi­lo­tos acu­sam-se mu­tu­a­men­te.

Metro Portugal (Lisbon) - - PRI­MEI­RA PÁ­GI­NA - L.C.

“Es­tou des­truí­do, é ina­cre­di­tá­vel!” Ni­co Ros­berg mos­trou-se re­vol­ta­do com as in­ci­dên­ci­as da cor­ri­da no cir­cui­to Red Bull Ring, acu­san­do o com­pa­nhei­ro na Mer­ce­des, Lewis Ha­mil­ton, de ter cau­sa­do a co­li­são en­tre am­bos no fim da pro­va. Re­sul­ta­do: Ros­berg fi­cou com a asa di­an­tei­ra da­ni­fi­ca­da e foi ul­tra­pas­sa­do por Max Vers­tap­pen (Red Bull) e por Ki­mi Räikkö­nen (Fer­ra­ri), se­gun­do e ter­cei­ro, res­pe­ti­va­men­te.

Lewis Ha­mil­ton tem ou­tra ver­são e con­tra­põe que “es­ta­va por fo­ra”. “Não fui eu que ti­ve o aci­den­te”, ati­rou. A or­ga­ni­za­ção da pro­va con­cor­dou com o ven­ce­dor e pe­na­li­zou Ros­berg em dez se­gun­dos por ter si­do o res­pon­sá­vel pe­la co­li­são, ape­sar de man­ter o quar­to lu­gar. Ros­berg se­gue lí­der do Mun­di­al, mas ago­ra tem Ha­mil­ton a 11 pon­tos.

Pre­ci­sa­men­te o pi­lo­to bri­tâ­ni­co foi vai­a­do pe­lo pú­bli­co quan­do su­biu ao pó­dio. Quem tam­bém não fi­cou sa­tis­fei­to foi To­to Wolff, pa­trão da Mer­ce­des, que acu­sou os seus pi­lo­tos de “não te­rem cé­re­bro”.

© EPA

Se­bas­ti­an Vet­tel, da Fer­ra­ri, aban­do­nou um Gran­de Pré­mio da Áus­tria ga­nho por Lewis Ha­mil­ton (Mer­ce­des) com mui­ta po­lé­mi­ca

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.