Li­mi­tes pa­ra a co­o­pe­ra­ção

Tur­quia es­cla­re­ce en­ten­di­men­to com Rús­sia no com­ba­te ao Da­esh

Metro Portugal (Lisbon) - - PRIMEIRA PÁGINA - L.C.

Me­vlüt Ça­vu­so­glu dis­se, no do­min­go, em en­tre­vis­ta ao ca­nal TRT Ha­ber, que a Tur­quia ia “abrir a ba­se aé­rea de In­cir­lik àque­les que se qui­se­rem unir e lu­tar con­tra o Da­esh”. “Por­que não co­o­pe­rar tam­bém com a Rús­sia des­ta for­ma? O Da­esh é um ini­mi­go co­mum e pre­ci­sa­mos de com­ba­ter es­te ini­mi­go.”

As pa­la­vras do mi­nis­tro tur­co dos Ne­gó­ci­os Es­tran­gei­ros fo­ram in­ter­pre­ta­das co­mo um abrir de por­tas de In­cir­lik aos rus­sos e até o Krem­lin re­co­nhe­ce­ra que se tra­ta­ra de uma “de­cla­ra­ção sé­ria”.

To­da­via, on­tem, Ça­vu­so­glu dis­se que tu­do não pas­sou de um mal-en­ten­di­do. “Não foi o que eu dis­se. Eu dis­se que es­tá­va­mos pron­tos pa­ra co­o­pe­rar com to­da a gen­te na lu­ta con­tra o Da­esh”, ex­pli­cou.

O even­tu­al uso da ba­se aé­rea, si­tu­a­da a 160 qui­ló­me­tros de um ter­ri­tó­rio na Sí­ria do­mi­na­do pe­lo Da­esh, cau­sou es­tra­nhe­za por dois mo­ti­vos. Pri­mei­ro, por­que Tur­quia e Rús­sia cor­ta­ram re­la­ções, em no­vem­bro, após o aba­te de um ja­to rus­so na fron­tei­ra com a Sí­ria. Ato con­tí­nuo, a Rús­sia re­ta­li­ou proi­bin­do até tu­ris­tas rus­sos de irem à Tur­quia. Ain­da as­sim, An­ca­ra e Mos­co­vo apro­xi­ma­ram-se na pas­sa­da se­ma­na, após o pre­si­den­te tur­co, Er­do­gan, la­men­tar o aba­te do avião.

Se­gun­do, Rús­sia e Tur­quia com­ba­tem o Da­esh, mas com le­al­da­des di­fe­ren­tes. Os tur­cos es­tão na co­li­ga­ção li­de­ra­da pe­los EUA e que­rem Bashar al-As­sad fo­ra da pre­si­dên­cia sí­ria. A Rús­sia de­fen­de As­sad e com­ba­te os seus opo­si­to­res.

EPA

Tur­quia e Rús­sia par­ti­ci­pam na guer­ra da Sí­ria com ob­je­ti­vos di­fe­ren­tes: Mos­co­vo quer man­ter Al-As­sad e An­ca­ra a sua saí­da.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.