Ven­da dá lu­cro de 200.000%

UFC. O Ul­ti­ma­te Figh­ting Cham­pi­onship (UFC) foi ven­di­do a um gru­po li­de­ra­do pe­la agên­cia de en­tre­te­ni­men­to WME-IMG.

Metro Portugal (Lisbon) - - SPORT - R.A.C.

E a ven­da da prin­ci­pal com­pe­ti­ção de Ar­tes Mar­ci­ais Mis­tas (MMA) do mun­do não se fez a um pre­ço qual­quer: ren­deu 4.700 M€ aos an­te­ri­o­res do­nos, os ir­mãos Lo­ren­zo e Frank Fer­tit­ta, que a ti­nham com­pra­do, em 2001, por cer­ca de 2.400 M€; qual­quer coi­sa co­mo um lu­cro de 200.000%.

“Es­ta­mos con­fi­an­tes que a no­va par­cei­ra com a WME-IMG, com qu­em cons­truí­mos for­tes re­la­ções nos úl­ti­mos anos, es­tá com­pro­me­ti­da em ace­le­rar o cres­ci­men­to do UFC no mun­do”, afir­mou Lo­ren­zo, acres­cen­tan­do: “Mais im­por­tan­te, os no­vos do­nos par­ti­lham da mes­ma vi­são e pai­xão pe­la or­ga­ni­za­ção e seus atle­tas.”

USA TO­DAY SPORTS

Pai dos ir­mãos Fer­tit­ta dis­cor­dou da com­pra do UFC, em 2001, con­fes­sou Frank, ci­ta­do na ESPN. Quin­ze anos de­pois...

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.