Pa­la­vras cruzadas

Metro Portugal (Lisbon) - - LAZER -

Ho­ri­zon­tais:

1. Pro­tes­to ou sú­pli­ca em voz al­ta. O mes­mo. 2. Per­so­na­gem prin­ci­pal de uma obra li­te­rá­ria. O la­do afi­a­do de um ins­tru­men­to cor­tan­te. 3. No­me da le­tra M. Ruão. 4. Im­pos­to Au­to­mó­vel (abrev.). Lan­ça pe­que­na. Pro­gre­dir. 5. A mi­nha pes­soa. Ter ton­tu­ras. 6. Azei­to­na. Ra­mi­fi­ca­ção. 7. Gran­de es­ta­be­le­ci­men­to de fa­bri­ca­ção in­dus­tri­al (Bra­sil). Con­tr. da prep. de com o art. def. a. 8. Só­dio (s.q.). Es­pes­so, com­pac­to. Des­pi­do. 9. Par­te mais gros­sa da fa­ri­nha. Co­lo­ra­ção da fa­ce. 10. Um par. Deus da gu­er­ra na mi­to­lo­gia ro­ma­na. 11. Me­tal pre­ci­o­so de cor ama­re­la, dúc­til e ma­leá­vel. Even­tu­al.

Ver­ti­cais:

1. Im­pres­são cau­sa­da no sen­ti­do do ol­fa­to pe­las par­tí­cu­las odo­rí­fe­ras. Nas­ci­do. 2. Nor­ma de pro­ce­di­men­to. Pla­ne­ta sa­té­li­te da Ter­ra. Al­ter­na­ti­va (conj.). 3. Cen­té­si­ma par­te do hec­ta­re. Aqui es­tá. Gra­ce­jar. 4. Pedra de amo­lar. Am­bí­guo. 5. Ver­ti­gem. Pe­que­na ar­go­la com que se en­fei­tam os de­dos. 6. Au­ro­que. Mu­lher de es­ta­tu­ra mui­to mais bai­xa que a nor­mal. 7. Agre­gar. Adi­ção. 8. Não co­nhe­ci­do. Aque­las. 9. Du­e­to. Mu­lher que cria cri­an­ça alheia. Que não es­tá co­zi­do. 10. So­bre (prep.). Có­le­ra. Ano­ta­ção. 11. Di­vi­dir ao meio. Ga­lar­dão.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.