Mú­si­ca no ve­rão

Metro Portugal (Lisbon) - - ECONOMIA -

PE­DRO TUNA ADMINISTRADOR RD SYSTEMS

Só em Por­tu­gal, são mais de 100 os fes­ti­vais que se re­a­li­zam no ve­rão. Is­to fa­ria pre­ver que o ne­gó­cio é ca­paz de ge­rar va­lo­res as­tro­nó­mi­cos, mas ven­do os nú­me­ros, só a pre­sen­ça de mar­cas con­se­gue ate­nu­ar o in­ves­ti­men­to que é re­a­li­za­do no car­taz e ca­chê de ban­das. Por is­so, é man­da­tó­rio a as­so­ci­a­ção a uma mar­ca-ân­co­ra. Pa­ra es­tas, o re­tor­no é ape­te­cí­vel con­so­an­te a no­to­ri­e­da­de do fes­ti­val e con­se­quen­te ex­po­si­ção nos me­dia. O ne­gó­cio vi­ve das va­riá­veis car­taz, pú­bli­co, mar­cas e nú­me­ro de ho­ras de ex­po­si­ção e ad­mi­te pou­cas va­riá­veis de im­pre­vis­to, co­mo can­ce­la­men­to, in­tem­pé­ri­es ou pro­ble­mas téc­ni­cos. Ape­sar de o re­tor­no ser in­te­res­san­te, só há apos­ta num con­cei­to que ga­ran­ta às mar­cas ex­po­si­ção e atraia pú­bli­co e es­te só vol­ta­rá se em ca­da ano es­ti­ve­rem pre­sen­tes as me­lho­res ban­das.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.