OF:

OftalPro - - ENTREVISTA DE CAPA -

Na mi­nha opi­nião, é um mar­co na Of­tal­mo­lo­gia do Nor­te, por dois mo­ti­vos prin­ci­pais: a sua ba­se e a sua equi­pa. Es­te pro­je­to co­me­çou de raiz, em 2006, pe­la mão de um gru­po de dis­tin­tos of­tal­mo­lo­gis­tas que se en­ten­di­am bem. Na épo­ca, a or­gan za­ção in­cluiu na equi­pa um ele­men­to de re­fe­rên­cia na­ci­o­nal de ca­da uma das su­bes­pe­ci­a­li­da­des. Ho­je, so­mos 54 of­tal­mo­lo­gis­tas (na or­ga­ni­za­ção Ibe­rof­tal), com pro­vas da­das na prá­ti­ca clí­ni­ca e aca­dé­mi­ca, e com re­pre­sen­ta­ti­vi­da­de nos con­gres­sos in­ter­na­ci­o­nais, dig­ni­fi­can­do a mar­ca CUF.Te­mos “mi­ni-clí­ni­cas” su­pe­res­pe­ci­a­li­za­das den­tro da CUF Por­to, sen­do que os pa­ci­en­tes têm, na mes­ma uni­da­de, uma ofer­ta abran­gen­te pa­ra qual­quer pa­to­lo­gia ou téc­ni­ca di­ag­nós­ti­ca ou te­ra­pêu­ti­ca. Atu­al­men­te, ofe­re­ce­mos um ser­vi­ço de Of­tal­mo­lo­gia al­ta­men­te di­fe­ren­ci­a­do e in­te­gra­do. Ou se­ja, criá­mos um no­vo pa­drão de atu­a­ção clí­ni­ca em Of­tal­mo­lo­gia - a re­fe­ren­ci­a­ção in­ter­na e o trabalho em gru­po. Os vá­ri­os ele­men­tos da equi­pa cru­zam-se di­a­ri­a­men­te, tro­cam opi­niões, fa­zem reu­niões cons­tan­tes, em que ca­da sec­ção de su­bes­pe­ci­a­li­da­de apre­sen­ta o que há de no­vo nes­sa área. É um gru­po com al­ma!

Por fa­lar no que há de no­vo em ca­da área, co­mo des­cre­ve a investigação que se pra­ti­ca em Of­tal­mo­lo­gia?

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.