So­lu­ção in­te­li­gen­te pa­ra pro­ble­mas vi­su­ais

OftalPro - - NOTÍCIAS -

In­ves­ti­ga­do­res da Uni­ver­si­da­de de Ox­ford es­tão a de­sen­vol­ver uns ócu­los in­te­li­gen­tes (smart glasses) pa­ra pes­so­as com gra­ves pro­ble­mas vi­su­ais. Es­te equi­pa­men­to “li­ma” as ima­gens pa­ra o uti­li­za­dor, fo­can­do pes­so­as e ob­je­tos nas len­tes. A equi­pa de Stephen Hicks, em par­ce­ria com o Re­al Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Ce­gos, já con­se­guiu o pré­mio Bri­an Mer­cer na ca­te­go­ria de in­ven­ção do ano de 2013 e, tam­bém, 500 mil li­bras (627.928 eu­ros) pe­lo pré­mio Go­o­gle Challenge 2014. Em­bo­ra os ócu­los con­si­gam me­lho­rar a qua­li­da­de da vi­são dos uti­li­za­do­res, não são uma so­lu­ção pa­ra es­tes pro­ble­mas, ape­nas uma “aju­da” pa­ra os do­en­tes al­can­ça­rem a au­to­no­mia. Atra­vés de uma câmara 3D in­cor­po­ra­da, as ima­gens cap­ta­das são pro­ces­sa­das via um pe­que­no com­pu­ta­dor e pro­je­ta­das em tem­po re­al nas len­tes, pe­lo sis­te­ma de­di­ca­do ao efei­to. Con­so­an­te a vi­são de ca­da uti­li­za­dor, no­me­a­da­men­te a ca­pa­ci­da­de pa­ra dis­tin­guir os cin­zen­tos, os ócu­los au­men­tam a qua­li­da­de da re­a­li­da­de cap­ta­da cla­re­an­do os ob­je­tos con­tra o fun­do ou, en­tão, in­ten­si­fi­cam o bri­lho da ima­gem ca­so o ob­je­to es­te­ja lon­ge. Em­bo­ra ain­da per­ma­ne­ça na fa­se de tes­tes, a equi­pa bri­tâ­ni­ca pla­neia in­tro­du­zir 100 ócu­los no mer­ca­do até ao fi­nal do ano, do­a­dos a pes­so­as qua­se ce­gas ou com gra­ves pro­ble­mas de vi­são, pa­ra de­ter­mi­nar o su­ces­so da ini­ci­a­ti­va. Ca­so se­ja po­si­ti­vo, nos pró­xi­mos anos os ócu­los se­rão pro­du­zi­dos em gran­des quan­ti­da­des.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.