O que é a Ho­me­o­pa­tia?

OftalPro - - ARTIGO DE INTERESSE -

Du­ran­te mi­lha­res de anos o ser hu­ma­no foi es­tu­dan­do, tes­tan­do, aper­fei­ço­an­do e eli­mi­nan­do vá­ri­as for­mas de in­ter­ven­ção nos cui­da­dos de saú­de. Do­cu­men­tos e li­vros re­la­tam o so­fri­men­to das pes­so­as em res­pos­ta aos tratamentos pou­co or­to­do­xos da “ar­te de cu­rar”. Em vir­tu­de des­tas ações e do in­te­res­se cons­tan­te do ser hu­ma­no na pro­cu­ra de tratamentos e re­sul­ta­dos me­nos agres­si­vos ao or­ga­nis­mo sur­giu a Ho­me­o­pa­tia que de­ri­va do gre­go, “Ho­mo­e­os + Pathos”= “se­me­lhan­te so­fri­men­to ou do­en­ça”. A Ho­me­o­pa­tia é uma área das ci­ên­ci­as da saú­de que es­tu­da o ser hu­ma­no co­mo um to­do, ca­so a ca­so, ana­li­san­do a cau­sa dos sin­to­mas da do­en­ça e não a do­en­ça. É im­por­tan­te tam­bém co­nhe­cer a do­en­ça, mas o fun­da­men­tal é a cau­sa. Sig­ni­fi­ca que a apli­ca­ção do tra­ta­men­to atua de for­ma a eli­mi­nar o pro­ble­ma pe­la “raiz”, iden­ti­fi­can­do a sua ori­gem. É uma es­pe­ci­a­li­da­de mé­di­ca em al­guns paí­ses fa­zen­do par­te do Sis­te­ma Na­ci­o­nal de Saú­de, co­mo é o ca­so da Ale­ma­nha, Bra­sil, Fran­ça, Ho­lan­da, Rei­no Uni­do e Suí­ça.

His­tó­ria da Ho­me­o­pa­tia

Hipócrates (460-350 A.C) o pai da Me­di­ci­na es­cre­veu “ao in­du­zir sin­to­mas se­me­lhan­tes, uma do­en­ça é ma­ni­fes­ta­da e atra­vés do me­di­ca­men­to se­me­lhan­te, cu­ra-se”. Es­te pen­sa­men­to é um in­di­ca­dor pa­ra a ci­ên­cia e um mé­to­do apro­xi­ma­do da re­a­li­da­de dos nos­sos di­as em que se ba­seia a prá­ti­ca da Ho­me­o­pa­tia. Sa­mu­el Hah­ne­mann (1755-1843), mé­di­co alemão e pai da Ho­me­o­pa­tia, re­co­nhe­ceu a pou­ca efi­cá­cia dos tratamentos te­ra­pêu­ti­cos da épo­ca e num dos seus tra­ba­lhos de tra­du­ção de li­vros, Ma­té­ria Mé­di­ca de Wil­li­an Cul­len, ex­pe­ri­men­tou as pro­pri­e­da­des cu­ra­ti­vas da plan­ta Chin­cho­na of­fi­ci­na­lis. Nes­ta ini­ci­a­ti­va ve­ri­fi­cou sin­to­mas, si­nais e ca­rac­te­rís­ti­cas se­me­lhan­tes à do­en­ça da ma­lá­ria de­mons­tran­do o pri­mei­ro prin­cí­pio da Ho­me­o­pa­tia, a Lei da si­mi­li­tu­de. Em Por­tu­gal a Ho­me­o­pa­tia é uma pro­fis­são na área da saú­de re­gu­la­men­ta­da pe­la Lei nº 71/2013, de 2 de se­tem­bro, e a por­ta­ria nº 181/2014, de 12 de se­tem­bro, que es­ta­be­le­ce o aces­so a uma cé­du­la pro­fis­si­o­nal pa­ra o exer­cí­cio da pro­fis­são.

Prin­cí­pi­os da Ho­me­o­pa­tia

a) Lei si­mi­li­tu­de “o se­me­lhan­te cu­ra o se­me­lhan­te” Ao ad­mi­nis­trar um me­di­ca­men­to na pes­soa sau­dá­vel es­ta apre­sen­ta­rá si­nais e sin­to­mas ca­rac­te­rís­ti­cos da do­en­ça. Por ou­tras pa­la­vras sig­ni­fi­ca que quan­do pres­cri­to o me­di­ca­men­to úni­co, es­te aju­da­rá o pa­ci­en­te a res­ta­be­le­cer a sua saú­de.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.