“Pre­mium Ca­ta­ract Sur­gery” jun­tou 210 of­tal­mo­lo­gis­tas

OftalPro - - REPORTAGEM -

No dia 17 de ja­nei­ro de 2015 re­a­li­zou­se mais um cur­so de pós-gra­du­a­ção na área da ci­rur­gia da ca­ta­ra­ta, na Uni­ver­si­da­de do Mi­nho. O “Pre­mium Ca­ta­ract Sur­gery”, cu­ja or­ga­ni­za­ção é da res­pon­sa­bi­li­da­de de Fer­nan­do Silva - co­or­de­na­dor do Ser­vi­ço de Of­tal­mo­lo­gia do Hos­pi­tal Pri­va­do de Bra­ga, jun­tou es­te ano 210 pro­fis­si­o­nais na as­sis­tên­cia, vin­dos de to­do o país e de Es­pa­nha, “con­tri­buin­do pa­ra aque­la que se­rá cer­ta­men­te uma das mai­o­res reu­niões anu­ais na área da of­tal­mo­lo­gia”.

As ca­ta­ra­tas são a prin­ci­pal cau­sa de ce­guei­ra a ní­vel mun­di­al. Uma ca­ta­ra­ta for­ma-se quan­do a len­te na­tu­ral do olho, cha­ma­da cris­ta­li­no, dei­xa de ser trans­pa­ren­te, tor­na-se mais rí­gi­da e fi­ca ca­da vez mais opa­ci­fi­ca­da, po­den­do mes­mo acon­te­cer a per­da qua­se to­tal da vi­são. O úni­co tra­ta­men­to pa­ra as ca­ta­ra­tas é a ex­tra­ção do cris­ta­li­no e a sua subs­ti­tui­ção por uma len­te ar­ti­fi­ci­al. A ope­ra­ção às ca­ta­ra­tas é uma das mais fre­quen­tes em to­do o mundo. É tam­bém uma das mais se­gu­ras e pro­va­vel­men­te aque­la em que os re­sul­ta­dos são mais sa­tis­fa­tó­ri­os. Es­ta ci­rur­gia evo­luiu enor­me­men­te nos úl­ti­mos anos, ten­do as ex­pec­ta-

Fer­nan­do Silva

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.