JGM:

OftalPro - - INQUÉRITO -

Uma cri­an­ça é tra­zi­da a uma con­sul­ta por apre­sen­tar um “as­pe­to es­tra­nho” dos olhos. Cons­ta­ta-se a exis­tên­cia de tu­mor in­tra-ocu­lar bi­la­te­ral, em que a úni­ca te­ra­pêu­ti­ca se­ria a enu­cle­a­ção. O fa­mi­li­ar re­cu­sa o tra­ta­men­to. Ex­pli­ca-se que é uma si­tu­a­ção mui­to gra­ve e bas­tan­te ur­gen­te. Vol­ta a re­cu­sar o tra­ta­men­to. Ex­pli­ca-se que a per­da dos olhos se­ria a úni­ca for­ma de per­mi­tir a so­bre­vi­vên­cia. Re­cu­sa o tra­ta­men­to e aban­do­na a con­sul­ta. Me­ses de­pois re­a­pa­re­ce – ti­nha ido a uma con­sul­ta de um “en­ten­di­do” e fei­to tra­ta­men­to com “umas mé­zi­nhas”, mas a cri­an­ça ti­nha pi­o­ra­do mui­to. Nes­se mo­men­to já não ha­via qual­quer hi­pó­te­se de tra­ta­men­to, fa­le­cen­do a cri­an­ça uns di­as de­pois.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.