YOUTU­BE VAI MU­DAR A PO­LÍ­TI­CA DE MONETIZAÇÃO DOS VÍ­DE­OS

PC Guia - - ON -

O YouTu­be anun­ci­ou que vai fa­zer mu­dan­ças à sua po­lí­ti­ca de monetização dos ví­de­os, de­ci­são es­ta que vai afec­tar os ca­nais mais pe­que­nos. Até aqui, os ca­nais do YouTu­be pre­ci­sa­vam de atin­gir as dez mil vi­su­a­li­za­ções to­tais pa­ra se­rem ele­gí­veis pa­ra o YouTu­be Part­ner Pro­gram (YPP). De acor­do com Paul Mu­ret, VP, Dis­play, Vi­deo & Analy­tics do YouTu­be, nos úl­ti­mos me­ses «fi­cou cla­ro que são pre­ci­sos os re­qui­si­tos cer­tos e me­lho­res si­nais que iden­ti­fi­quem os ca­nais que ga­nha­ram o di­rei­to a po­der ter anún­ci­os». A par­tir de ago­ra, em vez de se ter em con­ta ape­nas as vi­su­a­li­za­ções, pas­sa­rá tam­bém a va­ler a di­men­são do ca­nal, pas­san­do a ser pre­ci­so mil subs­cri­to­res e mais de qua­tro mil ho­ras de tem­po de vi­su­a­li­za­ção nos úl­ti­mos do­ze me­ses pa­ra se ser ele­gí­vel pa­ra monetização do ca­nal. A equi­pa do YouTu­be avi­sou tam­bém que vai mo­ni­to­ri­zar de per­to si­nais co­mo as ad­ver­tên­ci­as por vi­o­la­ções das re­gras da co­mu­ni­da­de, spam e ou­tros abu­sos de­nun­ci­a­dos pa­ra ga­ran­tir que são cum­pri­das as re­gras da pla­ta­for­ma. Ca­so se­ja en­con­tra­do um ca­nal que re­pe­ti­da­men­te, ou de for­ma fla­gran­te, vi­o­le as re­gras da co­mu­ni­da­de, o mes­mo se­rá re­mo­vi­do do pro­gra­ma. Co­mo sem­pre, se uma con­ta for al­vo de três ad­ver­tên­ci­as por vi­o­la­ções das re­gras da co­mu­ni­da­de, se­rá re­mo­vi­da do YouTu­be. A par­tir de ago­ra, os ca­nais in­cluí­dos no Go­o­gle Pre­fer­red pas­sa­rão a ser al­vo de uma cu­ra­do­ria ma­nu­al e os anún­ci­os só irão apa­re­cer nos ví­de­os que te­nham si­do ve­ri­fi­ca­dos e que res­pei­tem as re­gras pa­ra correr anún­ci­os. A re­vi­são ma­nu­al dos ca­nais do Go­o­gle Pre­fer­red e ví­de­os de­ve­rá es­tar con­cluí­da em me­a­dos de Fe­ve­rei­ro, nos Es­ta­dos Uni­dos, e no fi­nal de Mar­ço em to­dos os res­tan­tes mer­ca­dos on­de es­ta fun­ci­o­na­li­da­de é ofe­re­ci­da. A equi­pa do YouTu­be sa­be que os anun­ci­an­tes que­rem con­tro­los mais trans­pa­ren­tes e, nos pró­xi­mos me­ses, irá in­tro­du­zir um sis­te­ma de três ní­veis que per­mi­te aos anun­ci­an­tes «fa­ze­rem re­flec­tir o seu ní­vel de con­ser­va­do­ris­mo e per­ce­ber o res­pec­ti­vo al­can­ce po­ten­ci­al em ca­da um».

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.