TU­TO­RI­AIS

Fa­zer um CD ou DVD de ar­ran­que pa­ra ins­ta­la­ção do sis­te­ma ope­ra­ti­vo pa­ra o PC é fá­cil mas quan­do fa­la­mos de um fi­chei­ro ISO nu­ma pen USB, a si­tu­a­ção já não é as­sim tão sim­ples. Nes­ta edi­ção, va­mos en­si­nar-lhe a fa­zer is­so mes­mo com o Ru­fus, um soft­ware gr

PC Guia - - CONTENTS - POR MA­FAL­DA FREI­RE

Crie uma pen USB de ar­ran­que

1 Em pri­mei­ro lu­gar te­rá de ir bus­car o fi­chei­ro ISO do sis­te­ma ope­ra­ti­vo que pre­ten­de usar. A úl­ti­ma ver­são do Ru­fus não é com­pa­tí­vel com o XP e com o Vis­ta, as­sim po­de­rá ter aces­so ao ISO do Win­dows 10 em bit.ly/win10454 e ao do Win­dows 7 em bit.ly/win7454. Mas aten­ção que vai ne­ces­si­tar de uma li­cen­ça pa­ra fa­zer a ins­ta­la­ção. Si­ga as ins­tru­ções que apa­re­cem no ecrã quan­do abre a fer­ra­men­ta pa­ra a cri­a­ção do fi­chei­ro ISO.

2 Fa­ça o download do Ru­fus (ru­fus.akeo.ie) e, de se­gui­da, co­lo­que a pen USB no com­pu­ta­dor e abra o pro­gra­ma. O Ru­fus vai en­con­trar au­to­ma­ti­ca­men­te a pen 1 , mui­tas ve­zes com o no­me ‘No La­bel’. Te­nha em con­si­de­ra­ção que pa­ra um sis­te­ma ope­ra­ti­vo de 64-bit vai pre­ci­sar de uma pen de 8 GB e pa­ra a ver­são de 32-bit de 4 GB.

3 No me­nu drop-down ‘Boot se­lec­ti­on’ 1 se­lec­ci­o­ne a op­ção ‘Disk or ISO ima­ge’ 2 e de­pois cli­que no bo­tão ‘Se­lect’ 3 . Na­ve­gue até à lo­ca­li­za­ção do fi­chei­ro ISO que cri­ou no Pas­so 1, es­co­lha-o e cli­que em ‘OK’.

4 De­pois de ter se­lec­ci­o­na­do o ISO, o Ru­fus irá ac­tu­a­li­zar au­to­ma­ti­ca­men­te as op­ções ‘Par­ti­ti­on sche­me’ 1 e ‘Tar­get sys­tem’ 2 pa­ra GPT e UEFI, res­pec­ti­va­men­te. No en­tan­to, se qui­ser uti­li­zar de­fi­ni­ções mais tra­di­ci­o­nais, mu­de a ‘Par­ti­ti­on sche­me’ pa­ra MBR e o ‘Tar­get sys­tem’ se­rá al­te­ra­do pa­ra BIOS. Cli­que na se­ta ‘Show ad­van­ced dri­ve pro­per­ti­es’ e es­co­lha as op­ções ‘Add fi­xes for old BIOSes’ e ‘Use Ru­fus MBR with BIOS ID’ 3 .

5 Nes­te pas­so po­de al­te­rar as pre­fe­rên­ci­as do ‘For­mat Op­ti­ons’. Pri­mei­ro al­te­re o no­me do ‘Vo­lu­me la­bel’

1 pa­ra que pos­sa iden­ti­fi­car a dri­ve no fu­tu­ro e em se­gui­da es­co­lha qual o ‘Fi­le sys­tem’ 2 que pre­ten­de: NTFS é o ide­al pa­ra Win­dows ou FAT32 é me­lhor quan­do se tem mais do que um ti­po de com­pu­ta­dor pois fun­ci­o­na tam­bém com macOS e Li­nux.

6 Ago­ra va­mos se­lec­ci­o­nar as op­ções avan­ça­das des­ta área. Cli­que na se­ta ‘Show ad­van­ced for­mat op­ti­ons´ e es­co­lha ‘Quick for­mat’ 1 e ‘Cre­a­te ex­ten­ded la­bel and icon fi­les’ 2 . Ca­so a cai­xa ‘Check de­vi­ce for bad blocks’ 3 es­te­ja as­si­na­la­da, re­ti­re a se­lec­ção pois es­ta tor­na o pro­ces­so mais len­to e só é ne­ces­sá­rio se achar que a pen USB po­de es­tar cor­rom­pi­da.

7 Fa­ça ‘Start’ 1 pa­ra dar iní­cio ao pro­ces­so da cri­a­ção da pen de ar­ran­que. Es­te pas­so vai ori­gi­nar o apa­re­ci­men­to de uma pop-up com a in­di­ca­ção ‘All da­ta on De­vi­ce will be des­troyed’ 2 . Is­to acon­te­ce por­que o Ru­fus vai for­ma­tar a dri­ve USB an­tes de co­pi­ar a no­va in­for­ma­ção. Cli­que em ‘OK’ e o pro­gra­ma vai co­me­çar a co­pi­ar o fi­chei­ro ISO. Po­de acom­pa­nhar o pro­gres­so da ope­ra­ção na bar­ra do ‘Sta­tus’ 3 .

8 Já com a sua pen de ar­ran­que cri­a­da po­de­rá fa­zer uma có­pia pa­ra o PC pa­ra con­se­guir ter mais pens ra­pi­da­men­te, por exem­plo, pa­ra dar al­gu­ma a um ami­go ou fa­mi­li­ar. Cli­que no íco­ne re­pre­sen­ta­do por uma dis­que­te 1 , es­co­lha a lo­ca­li­za­ção on­de quer co­lo­car o fi­chei­ro, mu­de o no­me do fi­chei­ro e fa­ça ‘Sa­ve’ pa­ra cri­ar a có­pia

9 O Ru­fus tem um log de­di­ca­do pa­ra que pos­sa ve­ri­fi­car tu­do o que o pro­gra­ma faz em tem­po re­al. Pa­ra ace­der ao log bas­ta cli­car no res­pec­ti­vo íco­ne 1 . De­pois po­de apa­gar ou sal­var a in­for­ma­ção, se­lec­ci­o­nan­do os bo­tões ‘Cle­ar’ 2 ou ‘Sa­ve’ 3 , res­pec­ti­va­men­te.

10 Por úl­ti­mo, há du­as op­ções que po­de ain­da uti­li­zar. Uma é es­co­lher em que lín­gua quer usar o pro­gra­ma. Pa­ra tal, cli­que no íco­ne do glo­bo 1 e es­co­lha ‘Por­tu­guês Stan­dard’ ou ou­tra com a qual se sin­ta à von­ta­de. A ou­tra fun­ção é a das ac­tu­a­li­za­ções. Pa­ra tal, abra o ‘Set­tings’ 2 e in­di­que qual a pe­ri­o­di­ci­da­de com que quer ve­ri­fi­car se há no­vi­da­des do Ru­fus: diá­ria, se­ma­nal ou men­sal.

1 3 2 1 2 1 1 3 2 2 3 1

1 2

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.