Bar­ca Ve­lha 2008 con­quis­ta pon­tu­a­ção má­xi­ma da Wine Enthu­si­ast

Publico - Fugas - - ZOOM -

Lan­ça­do no ano pas­sa­do, o Bar­ca Ve­lha de 2008 tor­nou-se o pri­mei­ro vi­nho por­tu­guês não for­ti­fi­ca­do a atin­gir a pon­tu­a­ção má­xi­ma de 100 pon­tos atri­buí­da pe­la Wine Enthu­si­ast. Em 2014, a co­lhei­ta de 2004 ti­nha ob­ti­do 99 pon­tos na clas­si­fi­ca­ção da pu­bli­ca­ção es­pe­ci­a­li­za­da nor­te­a­me­ri­ca­na. “É sem­pre um gran­de mo­ti­vo de or­gu­lho ver o tra­ba­lho da nos­sa equi­pa re­co­nhe­ci­do ao mais al­to ní­vel”, con­gra­tu­la-se Luís Sot­to­mayor, enó­lo­go res­pon­sá­vel pe­los vi­nhos da Ca­sa Fer­rei­ri­nha há mais de dez anos. “Es­ta dis­tin­ção nun­ca an­tes al­can­ça­da re­pre­sen­ta, aci­ma de tu­do, o re­co­nhe­ci­men­to do es­for­ço cons­tan­te que a Ca­sa Fer­rei­ri­nha tem fei­to des­de 1952 pa­ra as­se­gu­rar a sus­ten­ta­da me­lho­ria dos vi­nhos DOC do Dou­ro”, afir­ma em co­mu­ni­ca­do. Foi em 1952 que se con­cre­ti­zou o so­nho an­ti­go de Fer­nan­do Ni­co­lau de Al­mei­da, en­tão enó­lo­go da Ca­sa Fer­rei­ri­nha: nas­cia o Bar­ca Ve­lha, um tin­to de me­sa do Dou­ro, pro­du­zi­do nu­ma al­tu­ra em que to­da a re­gião se cen­tra­va qua­se ex­clu­si­va­men­te no vi­nho do Por­to. Em 64 anos, che­ga­ram ao mer­ca­do 18 vi­nhos com o ró­tu­lo Bar­ca Ve­lha, um vi­nho ra­ro e ca­ro que se tor­nou ob­jec­to de de­se­jo em Por­tu­gal. O úl­ti­mo, es­ta co­lhei­ta de 2008, foi apre­sen­ta­do em Ou­tu­bro do ano pas­sa­do e as pri­mei­ras re­ac­ções fo­ram en­tu­siás­ti­cas, es­cre­via en­tão Pe­dro Gar­ci­as na Fu­gas. “É um estilo mais clás­si­co, mar­ca­do por um mai­or vi­gor tâ­ni­co e que re­quer al­gu­ma pa­ci­ên­cia e co­nhe­ci­men­to por par­te de quem o be­ber”, des­cre­via.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.