La­var a cara du­ran­te três anos

Publico - Fugas - - PRIMEIRA PÁGINA -

A saí­da dos se­mi­na­ris­tas em 2012 trou­xe um pe­río­do de in­de­fi­ni­ção. Pa­ra abrir a ca­sa ao pú­bli­co, o pa­dre Nuno San­tos, rei­tor des­de Ju­nho de 2016, con­ta que um dos prin­ci­pais de­sa­fi­os foi a lim­pe­za, mas diz que não foi fei­ta uma in­ter­ven­ção de fun­do.

Pa­ra es­se efei­to es­tão a ser pre­pa­ra­das obras, es­ti­ma­das em três mi­lhões de eu­ros, a re­a­li­zar nos vá­ri­os es­pa­ços do Se­mi­ná­rio Mai­or. O ob­jec­ti­vo é “re­cu­pe­rar a ca­sa em três ou qu­a­tro anos”, nu­ma in­ter­ven­ção que a pre­pa­re pa­ra os pró­xi­mos 100 e que te­rá iní­cio até ao fi­nal des­te ano. O fi­nan­ci­a­men­to se­rá dis­tri­buí­do en­tre a Di­o­ce­se de Coim­bra, “dá­di­vas e cri­a­ti­vi­da­de”, es­cla­re­ce.

Há as­pec­tos pa­tri­mo­ni­ais a tra­tar: ho­je pin­ta­do de verde, es­tu­dos in­di­cam que ori­gi­nal­men­te o por­tão da en­tra­da era azul. A sua cor se­rá de­vol­vi­da. A cor ori­gi­nal da ca­sa ve­lha tam­bém não se­ria o bran­co, con­ta o pa­dre. “Qua­se de cer­te­za que as pa­re­des não eram bran­cas, apon­tam os úl­ti­mos es­tu­dos”. Ape­sar dis­so, vão man­ter-se cai­a­das.

No fi­nal da in­ter­ven­ção, o pa­dre Nuno San­tos pon­de­ra abrir mais áre­as à vi­si­ta do pú­bli­co. Es­pa­ços que não se en­con­tram aber­tos ao pú­bli­co, co­mo é o ca­so da ca­sa das ta­lhas, on­de se ar­ma­ze­na­vam pro­du­tos co­mo azei­te e car­ne. O jar­dim que ocu­pa o qua­dra­do cen­tral do Se­mi­ná­rio Mai­or — que era uti­li­za­do co­mo hor­ta qu­an­do os alu­nos ocu­pa­vam a ca­sa, mas cu­jo aces­so do pú­bli­co es­tá ho­je ve­da­do — se­rá igual­men­te re­no­va­do.

O Se­mi­ná­rio é de­ten­tor de 15 mil pe­ças da au­to­ria de Mon­se­nhor Nu­nes Pe­rei­ra, que vi­veu en­tre 1906 e 2001 e re­si­diu ali. A mai­o­ria é ar­te sa­cra e al­gu­mas já es­tão ex­pos­tas nas pa­re­des ao lon­go do per­cur­so vi­si­tá­vel, mas a aber­tu­ra de um mu­seu es­tá no ho­ri­zon­te.

O ob­jec­ti­vo é tam­bém re­mo­de­lar 25 quar­tos no pri­mei­ro an­dar, pa­ra aco­lher pa­dres “com uma cer­ta ida­de que já não es­tão nas pa­ró­qui­as”, ex­pli­ca. Os 90 quar­tos do se­gun­do an­dar tam­bém se­rão re­no­va­dos pa­ra ins­ta­lar en­con­tros de jo­vens, con­gres­sos e even­tos do gé­ne­ro.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.