Por­to li­de­ra pro­cu­ra imo­bi­liá­ria

Publico - Imobiliario - - Atualidade -

Es­te ano vai con­fir­mar uma ten­dên­cia de des­cen­tra­li­za­ção do in­ves­ti­men­to imo­bi­liá­rio, con­si­de­ra a APEMIP. A as­so­ci­a­ção di­vul­gou nú­me­ros da pro­cu­ra imo­bi­liá­ria que mos­tram que “a des­cen­tra­li­za­ção do in­ves­ti­men­to imo­bi­liá­rio é uma re­a­li­da­de. O dis­tri­to do Por­to fi­cou, pe­la pri­mei­ra vez, no to­po da pro­cu­ra imo­bi­liá­ria em Portugal, e à me­di­da que a ofer­ta for di­mi­nuin­do nes­te dis­tri­to, des­lo­car-se-á pa­ra ou­tras re­giões do país”, afir­ma Luís Li­ma, pre­si­den­te da APEMIP.

De um mo­do glo­bal, o mer­ca­do imo­bi­liá­rio de­ve­rá cres­cer 30% es­te ano. Mas “é ne­ces­sá­rio vol­tar à cons­tru­ção no­va, e já há pro­cu­ra pa­ra tal, so­bre­tu­do nas gran­des ci­da­des on­de o stock é ca­da vez mais di­mi­nu­to e os pre­ços atin­gem va­lo­res su­pe­ri­o­res ao que se­ria de­se­já­vel”.

No ano pas­sa­do, as tran­sa­ções de alo­ja­men­tos fa­mi­li­a­res cres­ce­ram 18,5% em com­pa­ra­ção com o ano an­te­ri­or, pa­ra um to­tal de 127.106, no­tam os da­dos re­cen­te­men­te re­co­lhi­dos pe­lo Ga­bi­ne­te de Es­tu­dos da APEMIP.

Na com­pa­ra­ção ho­mó­lo­ga en­tre o úl­ti­mo tri­mes­tre de 2016 e igual pe­río­do de 2015, o au­men­to foi de 15,1%. Se­gun­do a as­so­ci­a­ção, Es­tes da­dos con­fir­mam as pre­vi­sões da APEMIP di­vul­ga­das no iní­cio do ano, e com­pro­vam a di­nâ­mi­ca cres­cen­te do imo­bi­liá­rio des­de 2013.

Pa­ra Luís Li­ma, “es­tes nú­me­ros vão ao en­con­tro das es­ti­ma­ti­vas da APEMIP, di­vul­ga­das em ja­nei­ro des­te ano, que apon­ta­vam pa­ra um au­men­to de tran­sa­ções de alo­ja­men­tos fa­mi­li­a­res na or­dem dos 20%”.

No en­tan­to, e ape­sar des­te cres­ci- men­to con­tí­nuo dos úl­ti­mos anos, os nú­me­ros fi­ca­ram aquém da ex­pe­ta­ti­va da APEMIP, o que se de­veu a fa­to­res co­mo “a cri­a­ção de um no­vo im­pos­to so­bre o pa­tri­mó­nio, o Adi­ci­o­nal ao IMI”, ou o “pro­ble­ma de cre­di­bi­li­da­de no que con­cer­ne aos atra­sos na con­ces­são de vis­tos de re­si­dên­cia, ao abri­go do pro­gra­ma de Au­to­ri­za­ção de Re­si­dên­cia pa­ra Ati­vi­da­des de In­ves­ti­men­to (Vis­tos Gold)”.

No ano pas­sa­do, as tran­sa­ções de alo­ja­men­tos fa­mi­li­a­res cres­ce­ram 18,5% em com­pa­ra­ção com o ano an­te­ri­or, pa­ra um to­tal de 127.106

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.