Re­ta­lho di­na­mi­za imo­bi­liá­rio não re­si­den­ci­al

Publico - Imobiliario - - Atualidade -

Até fi­nal do ano pas­sa­do es­ta­vam em pro­ces­so de li­cen­ci­a­men­to cer­ca de 1200 pro­je­tos de imo­bi­liá­rio não re­si­den­ci­al em Por­tu­gal Con­ti­nen­tal, num to­tal de 1,7 mi­lhões de m2. Fa­ce a 2015, o pi­pe­li­ne des­te ti­po de pro­je­tos (em nú­me­ro) cres­ceu 37%, im­pul­si­o­na­do quer pe­lo au­men­to de pro­je­tos de pro­mo­ção no­va (que su­biu de 562 pa­ra 688 pro­je­tos) quer de pro­je­tos re­sul­tan­tes de obras de re­a­bi­li­ta­ção (de 279 pa­ra 468 pro­je­tos).

Os da­dos são re­ve­la­dos pe­la Con­fi­den­ci­al Imo­bi­liá­rio (Ci), no âm­bi­to da aná­li­se dos pré-cer­ti­fi­ca­dos ener­gé­ti­cos emi­ti­dos pe­la Ade­ne em 2016, que per­mi­tem per­ce­ber as in­ten­ções de in­ves­ti­men­to em de­sen­vol­vi­men­to imo­bi­liá­rio. O re­ta­lho foi o se­tor que mo­ti­vou mai­or nú­me­ro de pro­je­tos em pi­pe­li­ne (474, ou se­ja 41% do to­tal na­ci­o­nal), se­guin­do-se os equi­pa­men­tos so­ci­ais, com um pe­so de 31% e 376 no­vos edi­fí­ci­os. Já o tu­ris­mo e os es­cri­tó­ri­os apre­sen­ta­ram quo­tas de 13% e 12%, res­pe­ti­va­men­te, com 149 no­vos em­pre­en­di­men­tos tu­rís­ti­cos e 137 no­vos edi­fí­ci­os de es­cri­tó­ri­os em car­tei­ra. Tam­bém em ter­mos de área, li­de­ram os seg­men­tos de equi­pa­men­tos so­ci­ais e re­ta­lho, com res­pe­ti­va­men­te, 620 mil m2 e 593 mil m2 em pi­pe­li­ne. No ca­so dos pro­je­tos tu­rís­ti­cos, a área em car­tei­ra em 2016 as­cen­dia a 284 mil m2, e nos es­cri­tó­ri­os a 173,3 mil m2.

Os edi­fí­ci­os com me­nos de 1000 m2 do­mi­nam o pi­pe­li­ne na­ci­o­nal (65% da área to­tal), mas tam­bém os pro­je­tos en­tre 1000 e 5000 m2 se apre­sen­tam sig­ni­fi­ca­ti­vos, agre­gan­do 31% da car­tei­ra. Ain­da as­sim, des­ta­cam-se al­guns pro­je­tos de gran­de di­men­são, co­mo um es­ta­be­le­ci­men­to de saú­de (equi­pa­men­to so­ci­al), com cer­ca de 60 mil m2 si­tu­a­do em Lis­boa, bem co­mo ou­tros dois equi­pa­men­tos so­ci­ais em Bra­ga e Lis­boa, com mais de 20 mil m2 ca­da.

No re­ta­lho, as du­as mai­o­res uni­da­des em car­tei­ra em 2016 si­tu­a­vam-se em Lou­lé, com áre­as de 72,5 mil m2 e 34,7 mil m2. Nos es­cri­tó­ri­os so­bres­sa­em dois pro­je­tos com mais de 30 mil m2, um em Lis­boa (na zo­na das Ave­ni­das No­vas) e ou­tro em Oei­ras. Já no se­tor de tu­ris­mo, os pro­je­tos com mai­or di­men­são si­tu­a­ram-se em Sin­tra e Lis­boa, com 25,5 mil m2 e 19,1 mil m2, res­pe­ti­va­men­te.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.