Atu­a­li­za­ção das ren­das para 2018 fi­xa­da em 1,12%

Es­te é o mai­or au­men­to des­de 2013 e re­pre­sen­ta mais do do­bro da atu­a­li­za­ção apli­ca­da es­te ano.

Publico - Imobiliario - - Atualidade - Fernanda Cer­quei­ra

O va­lor das ren­das para 2018 se­rá de 1,12%, o que re­pre­sen­ta mais 1,12 euros por ca­da 100 euros de ren­da. Ou se­ja, uma ren­da fi­xa­da no va­lor de 500 euros te­rá um au­men­to má­xi­mo de 5,60 euros e uma ren­da de 1000 euros te­rá, no má­xi­mo, um au­men­to de 11,20 euros. Es­te au­men­to re­pre­sen­ta a mai­or su­bi­da des­de 2013.

O Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Es­ta­tís­ti­ca (INE) fi­xou, para vi­go­rar no ano ci­vil de 2018, o co­e­fi­ci­en­te de atu­a­li­za­ção dos di­ver­sos ti­pos de ar­ren­da­men­to, qu­er ur­ba­no (para ha­bi­ta­ção, em re­gi­me de ren­da li­vre, con­di­ci­o­na­da ou apoi­a­da, co­mér­cio, indústria, exer- cí­cio li­be­ral e ou­tros fins não ha­bi­ta­ci­o­nais) qu­er rural.

Po­rém, a atu­a­li­za­ção da ren­da não é au­to­má­ti­ca. Os se­nho­ri­os que pre­ten­dam atu­a­li­zar o va­lor da ren­da de­ve­rão co­mu­ni­car ao ar­ren­da­tá­rio, atra­vés de car­ta re­gis­ta­da com avi­so de re­ce­ção e com uma an­te­ce­dên­cia mí­ni­ma de 30 di­as, o no­vo mon­tan­te da ren­da, bem co­mo o co­e­fi­ci­en­te apli­ca­do e de­mais fa­to­res re­le­van­tes uti­li­za­dos no seu cál­cu­lo. Im­por­ta tam­bém no­tar que a atu­a­li­za­ção da ren­da só po­de ter lu­gar um ano após a da­ta de iní­cio do con­tra­to ou da úl­ti­ma atu­a­li­za­ção.

Ape­sar de es­te ser o au­men­to mais ex­pres­si­vo dos úl­ti­mos anos, Luís

Ren­das de 500 euros te­rão um au­men­to má­xi­mo de 5,60 euros

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.