Ban­ca co­mer­ci­al com pa­pel de pe­so no IFRRU 2020

Publico - Imobiliario - - Atualidade -

O even­to con­tou com uma me­sa re­don­da de debate, onde mar­ca­ram pre­sen­ça re­pre­sen­tan­tes da ban­ca co­mer­ci­al que in­te­gram o IFRRU 2020. An­tó­nio Fon­tes, di­re­tor co­or­de­na­dor da Di­re­ção de Fo­men­to à Cons­tru­ção do San­tan­der Tot­ta, re­fe­riu que este tem dis­po­ní­vel pa­ra a área de re­a­bi­li­ta­ção ur­ba­na um to­tal de 548 mi­lhões de eu­ros, dos quais 293 mi­lhões de fun­dos do pró­prio ban­co e 255 mi­lhões de fun­dos do IFRRU 2020. Este mon­tan­te cor­res­pon­de, se­gun­do o ban­co, ao equi­va­len­te a 40% do to­tal de fi­nan­ci­a­men­to do sec­tor. A li­nha de cré­di­to é ex­ten­sí­vel a to­dos os se­to­res de ati­vi­da­de, com ta­xas que “che­gam em al­guns ca­sos a atin­gir me­ta­de das ta­xas pra­ti­ca­das atu­al­men­te no mer­ca­do pa­ra pro­je­tos idên­ti­cos e be­ne­fi­cia de pra­zos mais alar­ga­dos”.

Por sua vez, Jor­ge Góis, di­re­tor co­or­de­na­dor da Di­re­ção de Ne­go­cio Imo­bi­liá­rio do Mil­le­nium BCP, su­bli­nhou que o ban­co tem uma li­nha de cré­di­to de 269 mi­lhões no IFRRU 2020, dos quais 152 mi­lhões são de fi­nan­ci­a­men­to di­re­to. O ban­co vai apli­car a estes fi­nan­ci­a­men­tos con­di­ções mais fa­vo­rá­veis do que em ope­ra­ções si­mi­la­res não en­qua­drá­veis no IFRRU 2020, com re­du­ções na ta­xa de ju­ro, en­tre 1% e 2,25% so­bre o pre­çá­rio pra­ti­ca­do. Tam­bém ao ní­vel das co­mis­sões ban­cá­ri­as, o ban­co irá pra­ti­car um pre­çá­rio mais fa­vo­rá­vel que o stan­dard. E re­fe­riu que o ban­co es­tá dis­po­ní­vel pa­ra apoi­ar a aqui­si­ção do imó­vel, até um de­ter­mi­na­do li­mi­te, com a res­sal­va que a com­po­nen­te pú­bli­ca do fi­nan­ci­a­men­to só per­mi­tir apoi­ar até 10% des­se mon­tan­te.

Já Nu­no Vi­to­ri­no, se­cre­tá­ri­o­ge­ral do fun­do JES­SI­CA Por­tu­gal, afir­mou que este fun­do “te­ve um pa­pel pi­o­nei­ro no lan­ça­men­to de um ins­tru­men­to de fi­nan­ci­a­men­to re­em­bol­sá­vel pa­ra a pros­se­cu­ção de po­lí­ti­cas pú­bli­cas. Es­ta es­tra­té­gia é re­pli­ca­da no IFRRU”, con­si­de­ra. E re­cor­da que, “por ca­da eu­ro in­ves­ti­do pe­lo Jes­si­ca, fo­ram re­a­li­za­dos cin­co eu­ros em in­ves­ti­men­to em re­a­bi­li­ta­ção”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.