99% das pes­so­as acha que Ra­quel Va­re­la é uma per­so­na­gem co­mo o Jo­vem Con­ser­va­dor de Di­rei­ta só que da es­quer­da

Publico - Inimigo - - TROPICALISMO -

A per­so­na po­lí­ti­ca Jo­vem Con­ser­va­dor de Di­rei­ta é uma das no­vi­da­des mais in­te­res­san­tes no hu­mor por­tu­guês dos úl­ti­mos anos. O discurso do Dou­tor Jo­vem re­su­me to­das as ca­rac­te­rís­ti­cas e cli­chés ri­dí­cu­los e ir­ri­tan­tes dos lhi­nhos de pa­pás li­ga­dos às ju­ven­tu­des par­ti­dá­ri­as do PSD e CDS. E con­se­gue ser mui­to mais re­a­lis­ta que o João Le­mos Es­te­ves. Pa­ra con­tra­ba­lan­çar com is­to, a mãe e o pai de Ra­quel Va­re­la de­ci­di­ram cri­ar um ser hu­ma­no que reú­ne den­tro de si o mais ri­sí­vel e pa­té­ti­co do pen­sa­men­to da es­quer­da ra­di­cal for­ma­da na Aca­de­mia do ISCTE. “A Ra­quel Va­re­la é ge­ni­al. O gui­o­nis­ta apa­nhou bem to­dos os ti­ques da es­quer­da ca­vi­ar, aque­la mal­ta snob, ar­ro­gan­te, ar­ma­da em in­te­lec­tu­al e que se acha su­pe­ri­or. E a ac­triz foi mui­to bem es­co­lhi­da. A ca­ra es­tá óp­ti­ma, as rou­pas, o tom, a es­cri­ta e o ac­ting são per­fei­tos. Ela faz aqui­lo mes­mo bem, aqui­lo sai­lhe mes­mo de for­ma na­tu­ral. É in­crí­vel, eles são mes­mo as­sim da­que­la ma­nei­ra. O quê? Aqui­lo não é uma per­so­na­gem? Ela quan­do es­tá a di­zer aqui­lo es­tá mes­mo a fa­lar a sé­rio? Não é sá­ti­ra? Não acre­di­to! Não pos­so! Ago­ra só fal­ta di­ze­rem-me que a Isa­bel Mo­rei­ra exis­te mes­mo de ver­da­de e a nal não é uma per­so­na­gem cri­a­da pa­ra sa­ti­ri­zar as fe­mi­nis­tas”, ques­ti­o­na­va um in­di­ví­duo in­cré­du­lo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.