Pas­sos Co­e­lho co­lo­ca no pin “Es­te es­pa­ço po­de ser seu” com um con­tac­to

Publico - Inimigo - - PRIMEIRA PÀGINA -

O ex-pri­mei­ro-mi­nis­tro vai aban­do­nar a vida política e já se está a fa­zer à vida. Tal co­mo as em­pre­sas que ven­dem pu­bli­ci­da­de em out­do­ors, tam­bém Pas­sos Co­e­lho está a ten­tar ren­ta­bi­li­zar um es­pa­ço de gran­de vi­si­bi­li­da­de e com um ain­da con­si­de­rá­vel va­lor de mer­ca­do. Em vez da ban­dei­ra de Portugal, o pin a par­tir de ago­ra po­de con­ter um lo­gó­ti­po de uma mar­ca ou qual­quer frase pa­tro­ci­na­da. “Pen­sei que vi­nha aí a Uber, a Ca­bify, a Pro­zis e ou­tras em­pre­sas da mo­da com propostas mi­li­o­ná­ri­as pa­ra di­vul­gar os tais cu­pões de des­con­to. Até ago­ra só re­ce­bi uma proposta de um snack-bar es­pe­ci­a­li­za­do em pre­gos no pão aqui de Mas­sa­má. 50 euros por mês, ven­di o ano to­do por 400 euros. Paciência, é o que se ar­ran­ja”, la­men­tou Pas­sos Co­e­lho.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.