In­di­ví­duo não con­se­guiu fa­zer quei­xa na po­lí­cia, pois não ti­nha ví­deo vi­ral

Publico - Inimigo - - O INIMIGO PÚBLICO -

De­pois de de­ze­nas de quei­xas na po­lí­cia con­tra os se­gu­ran­ças, foi pre­ci­so as ima­gens che­ga­rem às re­des so­ci­ais pa­ra que o Ur­ban Be­a­ch en­cer­ras­se. E mais ca­sos vi­o­len­tos con­ti­nu­am a acon­te­cer nou­tros es­ta­be­le­ci­men­tos noc­tur­nos e as au­to­ri­da­des na­da fa­zem. “O meu ami­go es­tá com o na­riz par­ti­do, cheio de he­ma­to­mas, olhos ne­gros, es­fa­que­a­do no ab­dó­men, mas eu sei lá se não foi vo­cê que fez is­so a si pró­prio só pa­ra cha­mar a aten­ção? On­de é que es­tá o ví­deo com as pro­vas? Não tem? Es­te ví­deo? Sim, re­al­men­te os se­gu­ran­ças es­tão fo­ra do re­cin­to a aca­bar com a sua ra­ça, mas já viu os nú­me­ros? Is­to es­tá ri­dí­cu­lo! Em dois di­as só tem 3 mil vi­su­a­li­za­ções, 20 li­kes e 6 par­ti­lhas? Não che­ga. Di­vul­gue lá me­lhor o ví­deo e vol­te cá qu­an­do is­to vi­ra­li­zar que nós de­pois tra­ta­mos do seu ca­so”, ar­gu­men­tou o po­lí­cia.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.