Li­nha Ama­re­la dei­xa de ir até à es­ta­ção do Ra­to por­que os mem­bros do PS pre­fe­rem che­gar à se­de de TGV

Publico - Inimigo - - O INIMIGO PÚBLICO -

A li­nha Ama­re­la vai aca­bar em Te­lhei­ras e dei­xar de fa­zer li­ga­ção ao Ra­to por­que o Go­ver­no de An­tó­nio Cos­ta e Ma­ri­a­no Ra­joy re­cau­chu­ta­ram os so­nhos de um TGV ibé­ri­co de Jo­sé Só­cra­tes e Jo­sé Luis Za­pa­te­ro e os so­ci­a­lis­tas pre­fe­rem ser ser­vi­dos à por­ta da se­de por uma es­ta­ção de Al­ta Ve­lo­ci­da­de. Os ta­xis­tas anun­ci­a­ram que tam­bém vão can­ce­lar a li­nha Por­te­la-Lei­ria-Ra­to mas o Go­ver­no anun­ci­ou que, se Por­tu­gal con­ti­nu­ar a ser fus­ti­ga­do por chu­va co­mo es­ta se­ma­na, a li­ga­ção en­tre Te­lhei­ras e o Ra­to pas­sa­rá a ser fei­ta de ca­ci­lhei­ro. O PCP con­ti­nua a in­sis­tir que a es­ta­ção do Ra­to se­ja li­ga­da às ma­ra­vi­lho­sas es­ta­ções do Me­tro­po­li­ta­no de Mos­co­vo, en­quan­to Jo­a­na Mor­tá­gua, em no­me do BE, la­men­ta o de­sin­ves­ti­men­to na es­ta­ção do Ra­to on­de, de­bai­xo de ter­ra, não vê o Cris­to-Rei. As tou­pei­ras do Ben­fi­ca na Jus­ti­ça pro­ces­sa­rão qual­quer po­lí­ti­co que ten­tar de­sin­ves­tir na Li­nha Azul que le­va ao Co­lé­gio Mi­li­tar/Luz. VE

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.